Desmame aconteceu! E agora, como fica o leite na alimentação infantil?

Começo o post de hoje com algo que não é novidade pra ninguém, ou que pelo menos não deveria ser: leite materno é sem sombra de dúvidas o melhor alimento pro bebê e em nenhuma idade do bebê ou criança que é amamentada ele perde seus nutrientes ou deixa de ser um alimento ouro! O que ocorre é que depois de 1 ano, vejam bem, depois de 1 ano ele deixa de ser o principal alimento pro bebê e começa a ser o complemento, mas de maneira nenhuma perde sua força nutritiva. Mas os bebês nascem, crescem e com o tempo vem o desmame. E com ele, vem a grande dúvida materna: como fica o leite na alimentação infantil depois do desmame?

Calma! Vamos por partes e antes que alguém tenha vontade de me matar, não estou discutindo o mérito da questão entre amamentar ou não e sim no parágrafo acima disse que o leite materno é o melhor alimento pro bebê, porque ele é. Mas um dia, a pessoinha irá desmamar e a dúvida de como fica o leite na alimentação infantil depois do desmame, é normal aparecer!

Estudos comprovam isso, instituições já preconizam que deve ser feita amamentação EXCLUSIVA até os 6 meses do bebê, que dos 6 meses à 1 ano a alimentação sólida é um complemento do leite materno e que super apoiam a amamentação prolongada até 2 anos ou mais. Não é uma comparação de quem amamenta ou não, certo? Entendo quem não pôde amamentar e respeito todas as mães. Oriento, tento ajudar, empoderar e respeito todas!

Relembre: E o desmame bateu na nossa porta

Agora voltando ao foco do post, desde que postei sobre o desmame natural da Clara e comecei a falar sobre ela tomar leite, recebi muitas perguntas sobre qual leite ela está tomando, se é preciso tomar leite e etc.

Vamos lá, primeiro, é importante você sempre consultar um profissional de confiança, tá? Em segundo, a criança não necessariamente precisa tomar leite, muito pelo contrário, ela precisa ingerir cálcio e todos outros macro e micronutrientes, ou seja, todas as vitaminas, minerais, carboidratos, lipídeos, proteínas e muito diferente do que todo mundo imagina, o cálcio não é encontrado apenas no leite de vaca!

O mais importante na alimentação da criança, é a variedade de alimentos que ela consome e deixá-la refém de um único alimento pra ser o grande herói do seu desenvolvimento me causa um pouco de medo, pois com exceção do leite materno exclusivo até os 6 meses, qualquer tipo de monotonia na alimentação é um erro.

É um erro enorme achar que uma mamadeira ou copo cheio de leite vai salvar a criança e que por causa deste hábito se desenvolverá corretamente.

Se a criança tem uma alimentação variada, faz as grandes refeições completas e as refeições menores também , não tem porque se desesperar.

Ah, mas e se o meu filho não come nada, o que eu faço? Bom, aí é hora de procurar um profissional especializado em alimentação pra ele te ajudar, te orientar em como deve agir com seu filho e em conjunto, usar sua inteligência de adulto, esquecendo um pouco o lado maternal e tomar as rédeas da situação. Fortificar os alimentos aceitos, elaborar preparações novas e aos poucos introduzir na rotina alimentar, ter um cardápio balanceado, encontrar formas de fazê-los aceitarem novos alimentos.

Aqui em casa, Clara ficou na amamentação exclusiva até os 6 meses, foi pro berçário quando tinha 5 meses e meio e até os 10 meses eu conseguia ordenhar 160-180ml/dia de leite materno. Quando ela foi pro berçário, ela ficava por lá em período integral e nem por isso eu complementei com fórmulas. Aos 10 meses, minha produção estabilizou, eu não consegui mais ordenhar  e ainda assim não complementei, ela comia as refeições e quando estávamos juntas, mamava o leite materno. Assim foi até os 2 anos e 2 meses, quando ela desmamou.

A partir de 1 ano, eu inseri na alimentação dela iogurte natural e coalhada batida com frutas, além de queijos, requeijão, ricota e depois do desmame ela começou a tomar o leite puro sem açúcar ou leite batido com fruta.

Dicas pra crianças ACIMA de 1 ano:

  • Pra quem não quer dar o leite de vaca por opção, intolerância ou alergia: tem os leite vegetais, são fáceis de encontrar no supermercado, ou então você pode aprender e fazer em casa, mas lembre-se sempre da questão higiene. Veja mais sobre eles nestes posts: Leite vegetal, qual escolher e 9 receitas de leite vegetal.
Relembre: Leite vegetal, qual escolher?

Eu, Paola, não indico o leite de soja, pois não gosto de prescrever soja pra crianças por n motivos comprovados cientificamente. Ela é fonte de isoflavona, hormônio que no organismo tem o mesmo efeito do estrogênio, tanto que é utilizado em terapia hormonal para mulheres menopausadas, ou seja, na idade adulta, beeeeem adulta e não na infância!

  • Pra quem quer dar o leite de vaca: dê o leite de vaca tipo A, fresco, daqueles de saquinho ou garrafa que vende refrigerado.
  • Pra quem quer dar fórmula: converse com seu pediatra ou nutricionista pra eles prescreverem a fórmula que melhor irá atender as necessidades de sua Cria. Quer ir no supermercado e comprar sozinha? Leia os rótulos, ingredientes e escolha a que não tem açúcar! (Não vou opinar na marca da fórmula, mas não recomendo de maneira nenhuma as que tem açúcar)

Mas o mais importante é saber que o cálcio, nutriente que faz toda a fama de herói do leite de vaca e derivados é encontrado em outros alimentos e que uma criança pode sim ficar sem tomar leite, desde que tenha uma alimentação variada, equilibrada e saudável!

Relembre: Cálcio e suas fontes, leite de vaca não é herói sozinho!

Pra vocês terem uma ideia, olha só:

fontes de cálcio e o leite na alimentação infantil

Olha só q recomendação diária de cálcio por faixa etária:

E como você consegue suprir as necessidades ingerindo outros alimentos sem ser o leite em si:

O importante é sempre focar no conjunto da alimentação e no desespero do seu filho não comer ou ter medo de faltar nutriente, procurar ajuda profissional antes de fazer escolhas alimentares erradas e que podem prejudicar mais do que ajudar!

No blog tem receitas fortificadas que as crianças nem percebem tudo que estão comendo, além de dicas pra fazê-las comer melhor! Navegue nos menus principais, busque por palavra chave e se não achar nada que te responda, mande email ou comente na fanpage e por aqui!

Beijos

Share Button