Imagem Pinterest

Esses últimos dias um assunto que veio à tona foi sobre o que mandar na lancheira das crianças e entre muitas dúvidas, pitacos, palpites e “achos” resolvi ajudá-las com um cardápio básico, super saudável, fácil de fazer e algumas dicas mais sobre como variá-lo ao longo do ano.

Antes acho interessante  vocês lerem dois posts que falam sobre elas, as temidas lancheiras:

Apesar de parecer redundante, mesmo com estes dois posts muita mãe/pai se sente perdido na hora de colocar em prática tudo o que lê na internet ou escuta da amiga, da mãe do coleguinha e etc.
Olha só o cardápio que preparei pra vocês:
Super fácil de fazer 🙂
Pra variar mais é simples, basta seguir algumas dicas:
Para Beber :
  • Varie nos sabores;
  • Invista em uma boa garrafa térmica pra permitir que água, chás e sucos caseiros permaneçam gelados;
  • Não induza os sucos com açúcar, se optar pelos sucos de caixinha, escolha os sem açúcar. Se for fazer caseiro, escolha frutas mais adocicadas ou adoce com uva passa ou faça combinação de uma fruta azeda/ácida com uma doce;
  • Crie o hábito dos chás serem bebidos sem açúcar;
  • No caso dos iogurtes, prefira os integrais e sem muito açúcar (uma boa olhada na tabela nutricional vale a pena pra você achar o que melhor te atende, mas já adianto os “gregos” da vida, leites fermentados, petit suisses e suas variações não são jamais as melhores opções)
Frutas (fonte de vitaminas, minerais e fibras):
  • Varie nas frutas e cada dia mande uma fruta diferente;
  • Coloque as frutas mais sensíveis enroladas em papel xuga e depois no papel alumínio
  • Crie o hábito de seu filho comer as frutas com casca (maçã, pêra, ameixa, pêssego, nectarina, uva) e já as mande lavadas e higienizadas;
  • Compre potes térmicos pra já mandar as frutas picadas quando necessário (melancia, melão, manga, abacaxi, kiwi);
  • Compre potes térmicos pras frutas mais sensíveis como o  morango.
Lanches (fonte de proteína e carboidrato):
  • Se organize no fim de semana e faça algumas opções caseiras pra semana inteira – pães, tortas salgadas e bolos podem ser congelados nas porções certas pra lancheira e descongeladas um dia antes da escola;
  • Faça um mix de cereais sem açúcar (aveia, uva passa, granola, quinua em flocos) pra criança adicionar no iogurte ou até mesmo uma salada de frutas;
  • Tenha recipientes pequenos pra mandar porções de patês ou os cereais;
Imagem daqui
  • Faça os lanches coloridos, de forma que o natural, saudável e caseiro chame tanto a atenção quanto ao pacote de bolacha com cores chamativas;
Uma boa variação de lanche também! Você pode colocar os palitos de pepino ou cenoura no lugar do grissini e junto enviar o patê pra Cria comer junto 🙂
** Essa foto é de uma opção de lanche que fiz pra Clara comer junto comigo, por isso os palitos de dente. No caso de lanche escolar, prefira mandar o tomate e a mussarela de búfala sem o palito, podem estar juntos no mesmo recipiente, mas sem os palitos. Segurança em primeiro lugar :).
  • Use a criatividade com os recheios dos sanduíches: patê de atum, queijo cottage, requeijão, manteiga, geléia sem açúcar ou adoçante, mussarela de búfala com rúcula, ricota com espinafre, ricota com cenoura ralada, atum com cenoura ralada e gergelim, ricota com parmesão e hortelã são ótimas opções;
Lembre-se, a lancheira é uma das refeições que seu filho faz ao longo do dia, ou seja, ela tem que ser saudável como as outras.
Não precisa colocar muita coisa pra não correr o risco de interferir na próxima refeição, mas tem que suprir as necessidades energéticas pra Cria aguentar o período escolar.
Espero que tenha ajudado.
Beijos.
OBSERVAÇÃO: Este cardápio foi feito de forma aleatória com todos os alimentos, caso você queira um cardápio balanceado e específico pro seu filho ou família, com lista de compras e receitas mande um email para [email protected] e peça o orçamento.
Share Button

Comentários