cafe da manha e lanches sem gluten

Imagem Shuttertock

Uma das maiores dificuldades que eu percebo dos meus leitores e pacientes é em como adequar o cardápio quando se descobre alguma intolerância ou alergia alimentar. Tirando o fato de que muitos lugares no mundo ainda não estão preparados para atender pessoas com alergias alimentares de forma correta, saudável e o mais importante, segura, a falta de criatividade nossa pode falar alto na hora de comer e uma das refeições mais complicadas de se adaptar são as que fogem do prato de comida típico do almoço e jantar. Por isso, reuni opções sem glúten para o café da manhã e lanches. Mas já adianto que comer sem glúten é possível, é viável, pode ser saudável, é gostoso.  

Antes de mais nada, é importante dizer que não são todas as pessoas que precisam ter uma dieta sem glúten. É necessário excluir o glúten da alimentação quando a pessoa tem doença celíaca ou é intolerante ao glúten. Mas para isso, fazemos uma avaliação nutricional, com uma anamnese completa para saber se a pessoa precisa tirar ou não o glúten da alimentação. Relembre tudo o que já falei sobre glutén, alergia, intolerância à ele neste post.

Mas chega de papo e vamos a algumas opções delícia para deixar o café da manhã e lanches intermediários mais saborosos e nutritivos por aí!

  • Tapioca com sabores variados: azeite e orégano, queijo, ricota, ovo mexido, frango desfiado, atum.
  • Tapioca com hommus enroladinha e cortada em fatias, vira um canapé super bonito e dá aquela incrementada 
  • Omelete à pizzaiolo (tomate picadinho, orégano e se não for alérgico ou intolerante queijo)
  • Omelete com linhaça e vegetais. Se fizer de forno em fominhas de silicone fica super fofo e dá um up na apresentação para os pequenos

omelete ao forno com vegetais

  • Pão sem glúten com vários recheios, como azeite, geleia sem açúcar, óleo de coco, guacamole, patês, requeijão, manteiga, queijo, atum. 
  • Tapiovo ( 1 ovo + 1 colher de tapioca + 1 colher de farinha de linhaça + sal a gosto mexe tudo muito bem e coloca na frigideira, tampa e espera cozer. Muda de lado até dourar)
  • Salada de frutas ou só a fruta que gosta com chia ou linhaça ou flocos de quinua ou flocos de amaranto (super proteicos)

 

panqueca de banana e aveia vegana

Imagem Shutterstock

  • Panqueca de banana, se não tiverem a aveia sem glúten, pode substituir por outra farinha sem problemas (façam esta receita, ela é super fácil, deliciosa e rápida)
  • Panqueca de aveia ou outro tipo de farinha (no caso da aveia, tem que ser a opção de aveia sem gluten)
  • Bolo de banana (pode colocar outra farinha no lugar da aveia em flocos ou até mesmo quinua em flocos)
Imagem Shutterstock

Imagem Shutterstock

Os pães industrializados andam meio carinhos, por isso, aprender a fazer alguns é uma opção bem bacana. Dá para fazer em um dia mais “folgado” e congelar para o resto da semana. Como sempre falo, organização é tudo!

Aveia sem glúten no Brasil eu só conheço da marca Monama. Na realidade a aveia não tem glúten, mas aqui no Brasil elas se “contaminam” com ele por passar em maquinários que tenham passado outros alimentos que contém glúten.

Existem algumas opções bacanas no mercado sem glúten e que podem ajudar os lanches na rua, lancheira, dias corridos. Só precisamos ficar atentas que não adianta não ter glúten e ter outros ingredientes que não fazem bem pra saúde, como excesso de gordura, sódio, nomes estranhos, corantes e conservantes. Se vamos tirar algo da alimentação, que seja de maneira saudável.

Agora olha só a dica da nutricionista parceira aqui do blog, Analucia Costa, do Nutrindo Corpo e Alma:

farinha sem gluten

Lembrando que uma dieta com restrição de algum nutriente é importante que tenha um profissional sempre acompanhando a criança para ver se não falta nenhum nutriente.

Se informar nos SACs das empresas para garantir que não tenha glúten é fundamental, mesmo sendo lei ter que conter tal informação no rótulo.

Beijos.

 

Share Button