infância sem preconceito
Se tem uma coisa me deixa nervosa é preconceito de tudo e qualquer coisa. Acredito que respeito deve haver em primeiro lugar e com qualquer um ao seu redor. Não, não precisamos aceitar e concordar com tudo, mas respeitar acho que é dever e faz parte da educação de nossos Pequenos.
Uma vez, conversando com um amigo, ele me contou que em uma escola particular e famosa aqui de São Paulo, uma criança de 5 anos não quis segurar na mão de seu colega, pois ele era negro. Oi? Como pode isso? Que adulto será essa criança, se hoje, com 5 anos não tolera segurar a mão de quem tem cor diferente?
Percebo que as pessoas estão menos intolerantes, que não aceitam as diferenças sejam elas quais forem e que algumas instituições não estão preparadas pra receberem alunos com necessidades especiais e usam isso como “desculpa”.
Mas será que crianças, pessoas com necessidades especiais não devem, podem ou merecem ficar juntos de crianças que não as tem? Será que a integração não faz parte de um processo sadio e natural?
Quem nunca ouviu estórias de deficiente visual que se casou com quem enxerga bem? Eu conheço uma mulher, deficiente visual que namorou anos um menino que enxergava e os dois se davam super bem.
Enfim, devemos lutar pelos direitos iguais de todos.
Fiquei indignada quando fiquei sabendo que uma criança portadora de Diabetes tipo I foi impedida de fazer o passeio da escola. A mãe não foi autorizada a ir pra aplicar a insulina, então chegaram a conclusão de que era melhor a criança não ir.
Eu sei e entendo que a criança precisa aplicar a insulina, que ela só aceita que a mãe o faça, que é responsabilidade da instituição se algo acontecer com a criança por falta do medicamento, mas proibir e não ter outra forma de resolver o problema também não é o correto.
Acho que deveriam ter tido outra solução pra este problema, senão daqui a pouco praticamente ninguém vai poder estudar, passear e desfrutar tudo que a escola oferece.
Em minha opinião, instituições precisam se atualizar pra receber a todos com igualdade. Todas as crianças e pessoas merecem conviver entre si e ter acesso aos mesmos lugares.
Beijos
Share Button

Comentários