como furar orelha de bebê - maternidade colorida

Tem gente que acha que deve esperar deixar a menina crescer pra furar a orelha, e tem gente que diz que tem que furar o quanto antes pra não doer, mas será que existe regra, melhor ou pior momento? Quem deve furar a orelha do bebê? Em casa, no hospital, na farmácia …. onde será o melhor lugar?

Desde que Maria Clara nasceu, ou melhor, antes mesmo dela nascer começaram a me especular quando iria furar a orelha da menina. No primeiro momento eu disse que iria esperar as vacinas, mas disseram que não precisava, inclusive me chamaram de louca rsrsrs. Mas achei melhor consultar o pediatra e ver a opinião deles.

Clarinha nasceu, fui em 3 pediatras diferentes e todos me disseram que já podia furar e que SIM quanto antes melhor, pois a cartilagem está molinha e SIM dói menos.
Ok, profissionais liberaram, minha vontade era óbvia de vê-la com brinco, afinal, faço parte das mães que gostam de ver suas filhas meninas como bonequinhas, sempre com limite do que é permitido com a idade (melhor explicar antes que eu seja mau interpretada rs). Eu tenho trauma de quando furei a orelha, pois meu pai me levou em um lugar que ao mesmo tempo furaram minhas duas orelhas com aqueles “revolveres” de farmácia. Eu já era grandinha, tinha mais de 4 anos e chorei por horas.
Aí começou a procura por quem iria furar a orelha: enfermeira, farmácia, avó e assim foi. Recebi muita indicação de enfermeiras que vão em casa, tinha a tal lenda de que a avó podia furar, mas fora de cogitação pra minha mãe e pra mim. Existem “lendas” antigas que acho melhor serem só lendas mesmo hahahahaha.
Minha sorte foi que a pediatra oficial da Clara me indicou um acupunturista (eu adoro medicina alternativa, sempre fiz acupuntura) e o Marido concordou, desde que ele não fosse pra segurar a Pequena e vê-la chorando de dor. Ele ainda disse que eu estava proibida de ligar pra ele chorando pra dizer que ela tinha chorado rsrsrs.
Sim, ele não teve coragem de levá-la pra furar orelha, pois ficou traumatizado quando segurou sua primeira filha, que hoje tem 15 anos.
Depois de decidido quando e quem iria furar, começou a disputa em quem iria dar o brinco, e no final minha mãe comprou o brinco de pérola com ouro e de “lambuja” uma pulseira com o nome gravado owwwnnn, lógico que eu #morri quando vi, né?
furar a orelha do bebê
Quando minha mãe chegou com o brinco, apesar de tê-lo achado lindo, fiquei muito preocupada com o tipo de tarraxa, pois eu comprei um brinco pra mim com o mesmo sistema e o perdi.
Liguei na loja que minha mãe comprou e elas me disseram que essa é a “tarraxa baby”, que todos os brincos lá são assim, pois não machucam os BBs, pois como são fechadas, a ponta do brinco não fura o BBs quando deitado de lado ou no colo por exemplo.
Fiquei morrendo de medo do brinco cair e ter que ficar furando toda hora a orelha da Clarinha, pois sempre ouvi dizer que se cair, tirar ou trocar o brinco o furo fecha. E vamos combinar, a D. Maria aqui não para quieta rsrsrs.
Minha sorte é que existe twitter, facebook e vááááááárias mães antenadas que sempre e salvam e respondem minhas dúvidas: Obrigada, meninas!!!
Bom, chegou o dia pra furar as orelhinhas, ela estava com 2 meses, fomos sozinhas até o consultório e lá fiquei mais nervosa do que tudo e aos poucos foram chegando as outras mães. Ele não marca horário, é por ordem de chegada e pra variar um pouco, nós fomos as primeiras a chegar!

Enquanto eu esperava o brinco ser esterilizado na Autoclave, Clara mamava e eu conversava com ela:

– Filha, a mamãe não está fazendo isso pro seu mau. Ela está fazendo isso pra você ficar mais bonita e me disseram que agora enquanto você é pequenininha dói menos.
A mamãe demorou pra furar a orelha e sofreu demais.
O Dr. Walter foi até a recepção, se apresentou à todas nós, cumprimentou todas nós e claro, tentou nos deixar mais calmas.
Ele aproveitou e nos explicou como cuidar, higienizar o brinco e para responder nossas perguntas. Ainda nos mostrou um desenho de que a orelha é um feto de ponta cabeça e disse que cada ponto da orelha representa um órgão nosso.
furar orelha de bebê
Pois bem, ele pegou a Clarinha no colo e fomos até o consultório onde estava uma enfermeira pra segurar o bebê. Confesso que fiquei mega aliviada por eu não ter que segurá-la, quando entrei na sala comecei a tremer e minha vontade foi sair de lá correndo.
O processo em si foi super rápido, o Dr. Walter é super fofo, a enfermeira que o auxilia também e claro, Maria Clara chorou bastante e a mãe aqui também.
furar a orelha do bebê
Primeiro Dr. Walter marca aonde furar, olha pra ver se ambas marcas estão no lugar certo. Segundo ele, ele fura a zona neutra, que não afeta nenhum de nossos órgãos e por ser a parte neutra da orelha não dói quase nada, pois tem poucas terminações nervosas, depois fura a orelha com o próprio brinco.
furar a orelha do bebê
Terminado o momento “Segundos de Terror”, abracei a Pequena com tanta força e pedi desculpas por ter feito ela sofrer….
Querem saber mais sobre o Dr. Walter e sua clínica? Entre aqui e tire mais dúvidas sobre furar a orelha de seu Baby!

Ah! Quando o Marido chegou em casa e a pegou no colo disse:

– Filha, fizeram você sentir dor hoje, foi?
Vem com o papai, vem!

ahhahahahahahaha morri de rir, né?

Mas virei e disse:

Ó, pra vacinar você pode tratar de levá-la, porque não serei só eu a responsável em levá-la pra sentir dor!


Mas isso, veja bem, isso é assunto pra outro post rsrsrs

E com vocês? Como foi furar a orelha das Princesas?
Beijos
Share Button

Comentários

  1. Paola linda … como a Clara já está enoooooorme, meu Deus!

    Sophia furou na maternidade, tem uma irmã que fura dia sim, dois não e nós estávamos no dia que ela foi furar as orelhinhas das princesinhas! Sophia não chorou … e saiu lindinha!

    Acho que depois deve doer tanto! Fiquei imaginando ter que levar minha filha numa lugar de colocar piercing, hahaha! Já ia sair com uma tattoo …

    Beijos, Má
    http://www.monmaternite.com

  2. Nossa, eu sou das que choram também, morro quando tenho que levar liam pra tomar vacina, choro, morro de dor junto!
    Quando tiver uma menina vou tentar furar na maternidade por que aí nao vejo e eles sentem menos ainda!!

  3. Que linda de brinco!!!
    Comprei um brinco igual da Maria Clara p/ minha, antes de nascer pq queria furar na Maternidade..
    Mas quando minha princesinha nasceu fiquei muito triste, pois ela tinha uma orelhinha rasgada (parece que usou brinco pesado e rasgou,sabe?)
    A pediatra falou que apartir dos 5 anos ela pode fazer a cirurgia.. E o brinco continua aqui guardadinho!!! =)
    Ela é louca p/ usar brinco (super vaidosa)
    M.C. ficou liinda!!
    Bjsss
    #amigaComenta

  4. oi adorei seu blog!
    ja li alguns posts e to apaixonada!
    minha filha tb chama Maria Clara 🙂
    eu furei a orelhinha dela cedo tb, mas ela tirou o brinco com uns 11 meses. todos os dias perdia um brinco, e a orelha inflamou de tanto ela puxar, ai resolvemos tirar e ela vai colocar d volta qdo qser…
    bom, da uma passada la no meu blog Ttb! vamos adorar
    beijos Maria Clara e Tauana
    http://mamaebebeetc.wordpress.com/

  5. Olá, to conhecendo seu blog hoje e adorando. Por aqui tenho uma Clara tb (mas só Clara mesmo..rs) e furamos a orelhinha dela ainda na maternidade. Escolhemos o dia da alta, no momento do teste do pezinho, pensei que assim ela já “sofreria” tudo de uma vez…rs
    Não me arrependo, acho que quanto antes melhor mesmo. Felizmente, nunca tivemos problema com o brinco, de inflamar e tal, mas ha uns dias atrás ela perdeu a tachinha, que foi achada depois, para meu alívio, que ja tava imaginando que ela tinha comido.
    Quando puder, passe la no meu cantinho tb.
    http://caderninhodamamae.blogspot.com.br

    Bjos
    Mari