Um dia, na farra antes de dormir: montinho na mamãe <3

Oi gente, tudo bem?

Esses dias estava reparando na Clara e nos bebês da classe dela no berçário e fiquei impressionada como eles se desenvolvem rápido e cada vez estão mais espertos.

O lance da esperteza, quem afirma são as berçaristas e educadoras da escola dela, pois convivem com crianças há gerações.

Aquele bebê que entrou no berçário com 4 meses já está ficando de pé, já balbucia e faz a maior farra.

Clara, com 1 ano e quase 3 meses está super diferente e observo que a cada dia mais coisas novas aparecem, é como um passe de mágica: um dia não fazia algo e no outro começou a fazer.

Ela desembestou a falar seu bebenês e já solta algumas palavras no meio de seu vocabulário:

– mãmã = mamãe
– mámá = mamar
– papaiiiiiiiiiii = papai
– papá = comer
– pé = pé
– papato = sapato
– ouou = vovó
– acua = água
– uco = suco
– au au = cachorro
– ato = pato
– nanão = não

Toda vez que seu filho aprende uma palavra nova, vai querer repeti-la sem parar. Se ele aprendeu a dizer “au-au”, vai procurar cachorros o tempo todo, vai querer ver figuras de cães nos livrinhos… Aproveite o interesse para contar histórias e conversar bastante com ele. 

Outro fenômeno é que ele vai começar a repetir palavras mesmo sem saber o que elas significam. É nessa hora que pode escapar um palavrão bem cabeludo da boca do seu anjinho… 

Brincadeiras de esconde-esconde continuam sendo um grande sucesso. Experimente, por exemplo, colocar um brinquedinho em um dos bolsos da roupa que seu filho está vestindo, e veja como ele se entretém tentando recuperá-lo. Fonte: 
http://brasil.babycenter.com/a3400503/a-crian%C3%A7a-de-1-ano-e-2–meses#ixzz2gTFbZAd1

Outra coisa é não bastar andar, agora ela quer é correr, dispara na frente dando gargalhada e faz uma carinha super fofa.

Ela já sabe apontar e mostrar o que é cada brinquedo, e sabe mais ainda quais são seus preferidos.
Fomos 3 vezes assistir a peça da Galinha Pintadinha, mas em casa ela mais ouvia as músicas do que assistia aos DVDS e no último fim de semana fomos ver outra peça da Popó e eu descobri que ela chama a galinha de “Cocó” e já aponta pra tv e fala Cocó, Cocó.
Pois é, e eu achando que ela ainda estava imune hahahahahahhaha

Teoricamente, de uma forma bem sutil, ela já escolhe o sapato que quer por, quer dizer, se eu pego um sapato e ela está com outro na mão, ela quer colocar o que ela pegou e não por preferido, mas por vontade mesmo, sabem?

Já começamos com a birra e a famosa caída no chão quando não quer algo e por enquanto eu tento não ficar só com a palavra não e busco outras formas de ensiná-la o que pode e não pode.

Seu filho está se especializando em teimosia. De repente reclama da roupa que você escolheu, ou do sapato, ou decide que só quer comer macarrão, ou faz questão de colocar água no copo sozinho, mesmo que vá fazer a maior molhadeira. Ele faz isso porque está experimentando coisas novas e observando na prática o que dá certo e o que não dá. 

Se parece que você passa o tempo todo dizendo “Não!” ou “Cuidado!”, procure dar uma arrumada no ambiente em que ele fica para torná-lo menos preocupante e diminuir o nível de estresse em casa. Reserve um espaço livre com alguns brinquedos seguros (como bolas) para que a criança possa explorar à vontade. 

Pode ser que você tenha jurado, num passado distante, que não ia mudar a cara e a decoração da casa quando tivesse filhos. Mas pense bem: vale a pena ficar dizendo não a cada segundo? Ou tendo calafrios a cada “fina” que ele tira da quina da mesinha de centro? 

Tirar enfeites frágeis e objetos delicados do alcance do seu filho vai facilitar a sua vida, não só a dele. A mesma recomendação vale para lugares que vocês frequentam muito, como a casa dos avós. Fonte: 
http://brasil.babycenter.com/a3400503/a-crian%C3%A7a-de-1-ano-e-2–meses#ixzz2gTFK6ZbB

Ela está super arteira, corre pela casa, tudo ela quer pegar, tudo ela quer. Marido fala que ela parece um furacão falante rs.
Está o maior barato e cada vez mais gostosa.

É igualzinho a um furacão: caótico, cheio de energia, e tudo gira em torno dele. Seu filho está em plena exploração social, e vai imitar todos os gestos dos adultos, para ver como você reage. E, como é esperto, logo descobrirá que com risadas e gracinhas consegue muita coisa (e com choramingos também, dependendo de quem estiver tomando conta…). 

Vale a pena também se esforçar para que seu filho conviva com crianças um pouco mais velhas, que possam comandar uma brincadeira de faz-de-conta. Os pequenos aprendem, além de novos jeitos de brincar e de imaginar, a colaborar com os amigos. 

Você também pode brincar de faz-de-conta. Faça comida de mentirinha e deixe-o alimentar você com uma colher. Ou brinque que ele é um cachorrão e você é um gatinho indefeso. Crianças adoram esse tipo de inversão, quando o adulto fica frágil e elas podem ser as fortes e poderosas. Fonte: 
http://brasil.babycenter.com/a3400506/a-crian%C3%A7a-de-1-ano-e-3–meses#ixzz2gTFtdXb4



Na escola, ela já mostrou alguns sinais de ser ciumenta e já saber quais são os brinquedos dela e muitas vezes não quer dividir e tentamos ensiná-la a sempre dividir.
Mas ao mesmo tempo que é ciumenta, ainda não despertou seu lado  briguento de ser, muito pelo contrário, já levou algumas mordidas de uma amiguinha e ficou quieta.

Enfim, o tempo pra variar passa super rápido e eles se desenvolvem de uma forma surpreendente.

Aí na casa de vocês, o que vocês repararam que mudou de um dia pro outro?
Como anda a movimentação toda por aí?

Beijos

Share Button

Comentários

  1. Clarinha tá uma moça!!! Já, já tá morando sozinha, hahahahaha…
    As crianças se desenvolvem muito rápido, dizem que as meninas mais rápido ainda, temos pressa sempre!!
    Agora, sobre mudar um pouco o ambiente, aqui não mudei e ficava o tempo todo “Não, Luna” Cuidado, Luna”, mas acho que é certo! Porque na casa dos outros ela não terá um ambiente modificado pra ela. Escrevi um post sobre acidentes domésticos e falei um pouco sobre isso lá.
    E a fase do ciúme com os brinquedos e coisas é longa, Luna demorou a sair, mas saiu, não se estresse e às vezes crianças com 2 meses de diferença já saiu e não fique ansiosa, é assim mesmo!! O desenvolvimento emocional é mais lento que o físico e precisa de mais atenção da gente.

    Beijos.