Criança doente não quer comer

Imagem Pinterest

Criança ou bebê ficou doente, logo não quer comer, muitas vezes não come por nada no mundo e claro, deixa as mães de cabelo em pé e com o coração na mão, além de toda preocupação com a infecção, resfriado, gripe ou qual seja a doença diagnosticada no momento. Mas é meio que fato, criança doente não quer comer e para te ajudar, trago 10 dicas pra te ajudar com a inapetência.

A falta de apetite chama-se também inapetência e muitas vezes é um dos primeiros sinais de que algo está por vir, podendo estar unido a febre, diarreia e alguns outros sintomas que variam de acordo com a “virose” ou infecção. Por isso a tal tenebrosa frase criança doente não quer comer é realidade e o pior, pode ser fisiológico.

Aqui em casa quando Clara está muito, mas muito ruinzinha e com febre ela perde o apetite e não consigo fazer com que ela coma nada, nem suas comidinhas preferidas. Semana retrasada ela teve amigdalite viral e não perdeu o apetite, muito pelo contrário, comeu super bem, mas desde quarta feira ela está com um baita resfriado, nariz super tampado, tosse e aí sim, ela travou a boca e praticamente está só com leite materno, água e suco de fruta natural.

Nem preciso dizer que fico desesperada em vê-la sem apetite, né? Mas meu desespero não ultrapassa uma linha muito importante: a alimentação saudável. Não é porque a criança está doente e não quer comer que devemos oferecer tudo e mais um pouco sem ser apropriado para idade dela.

Percebam uma coisa e não é “xiiitismo” ou algo do tipo e sim coerência. Alimentos ou opções alimentares não saudáveis não são indicados quando estamos bem, que dirá quando estamos doentes. Por isso, não tento fazê-la comer o que não é seu habitual, doces, açúcares só porque está doente. Outra coisa é porque açúcar, fritura ou doces não são remédios. Frutas, verduras e legumes são ricos em vitaminas, minerais e por isso contribuem com o aumento da nossa imunidade.

Ofereço o famoso arroz, feijão sem muitas coisas mais ou seu macarrão integral com o molho de tomate enriquecido pra lhe suprir a energia e claro, oferecer os nutrientes da refeição, mas não tento fazer preparações “carnavalescas”, cheias de molhos ou várias opções no prato. Escolho o que ela mais gosta de comer, ofereço e respeito seu apetite. Frutas sempre à disposição e de acordo com o que ela pede.

10 Dicas e orientações gerais para te ajudar na inapetência:

1 – Leite materno em livre demanda (se ainda forem amamentados);

2 – Ofereça água, muita água! Pra hidratar a água é o líquido principal. Fisiologicamente, nosso organismo consegue ficar mais tempo sem alimento do que sem água, ou seja, hidratação SEMPRE;

3 – Ofereça sucos de frutas naturais: ajuda na ingestão de vitaminas, minerais e um pouco no aporte calórico. Se for resfriado ou gripe, abuse dos sucos fontes de vitamina C (laranja, acerola, mexerica, goiaba) e acrescente um pouco de gengibre (antibiótico natural);

4 – Ofereça refeições mais simples, mas não menos nutritivas. Arroz feito com caldo de vegetais e feijão enriquecido, macarrão com um molho de tomate enriquecido e uma bela sopa de legumes sem muito tempero são bons exemplos. Além destas preparações, abuse de alimentos que aumentam a imunidade;

5 – Preparações muito quente pode aumentar as náuseas, uma vez que o cheiro da comida na fumaça é mais forte. Ofereça os pratos morno pra frio;

6 – Prepare refeições em menor quantidade, mas com maior frequência, isso ajuda quando as Crias estão com náuseas;

7- Frutas preferidas sempre à mão;

8 – Uma boa vitamina com leite vegetal ou até mesmo com leite de vaca, iogurte pode ajudar;

9 – Não force-os a comer por mais doloroso que seja. Respeite o momento de “dor” e inapetência dos Pequenos;

10 – Uma das dicas mais importantes: amor, carinho, colo, aconchego, proteção. Isso é o que eles mais precisam!

No mais, é segurar o coração de mãe e seguir em frente.

Melhoras pra todos os Pequenos dodóis 🙁

Beijos

Share Button

Comentários