Uma das coisas que super preocupam as mães é a falta de ganho de peso das crianças. Já falei um pouco sobre isso, mas hoje o assunto é criança baixo peso e sua alimentação reforçada (e saudável)Sempre falei para os meus pacientes que “dieta” de engordar é mais difícil do que dieta para emagrecer pois, não adianta você se matar de comer gorduras, açúcares, doces, frituras e tudo que é errado e faz mal à saúde.
 
Para ganhar peso, precisamos lutar contra o metabolismo acelerado e aumentar a ingestão calórica de forma correta.
 
Vamos por partes, ou melhor, por faixa etária:
 
Bebês até 6 meses:
 
Devem ganhar peso com aleitamento materno, se o bebê não ganha peso, é interessante observar a pega, se ele não dorme durante as mamadas, adotar a livre demanda e tentar ao máximo antes de entrar com a fórmula.
Observe também como está o crescimento em centímetro, às vezes o bebê cresce mais do que engorda, e é normal.
 
Bebês acima de 6 meses até 12 meses:
 
É quando inicia-se a introdução alimentar, que deve ser feita de forma gradual e sempre com  muita calma pois, durante 6 meses o bebê só sentia o sabor, textura, temperatura do leite e de repente vem um monte de novidade.
Aos poucos, o leite materno mais os alimentos sólidos (frutas, verduras, legumes, carnes) devem manter o peso do bebê.
Caso ele não venha a ganhar peso, observe novamente se o crescimento acontece.
 
 
Crianças acima de 1 ano:
 
Nesta fase, é normal a criança ganhar menos peso e crescer menos, imagina só se eles crescessem igual quando bebês?
Mas caso a criança coma direito e mesmo assim não ganha peso ou cresce, precisamos aumentar a ingestão calórica desta criança.

Relembre AQUI o que falei sobre crianças de 1 ano que não querem comer.
 
Existem alguns alimentos naturais e saudáveis que contém mais calorias que os outros. Sabe aqueles que quem está de dieta foge por ter mais açúcar ou mais gordura, tudo natural?
Pois é, são esses mesmos que pode-se abusar com a criançada acima de 6 meses.

alimentos saudáveis e mais calóricos

 

Outras dicas são:
 
– Acrescente 1 fio de azeite virgem na papa principal ou refeição na hora de servir;
– Faça vitaminas de frutas com cereais
– Crie o hábito de fazer 3 refeições principais (café da manhã, almoço e jantar) e 2 lanches intermediários
– Crie opções de lanches mais reforçados ao invés de só ter frutas, mas desde que não sejam ricos em açúcar ou gordura. Lembre-se, seu filho precisa ganhar peso com saúde.
– Amplie o paladar de seu filho, varie mais sua alimentação
 
Exemplos de lanches reforçados (para crianças acima de 1 ano):
 

 

 
Perceba que os lanches tem mais calorias, mas de forma saudável, com opções de açúcares e gorduras naturais.
Não é porque tem que ganhar peso que vamos recorrer aos farináceos, achocolatados, açúcar e etc.
 
Aqui no blog tem várias receitas que podem ajudá-las a variar o cardápio da criançada e colaborar com o aumento de peso.

Seu filho é seletivo e não come de jeito nenhum??? Falei sobre isso NESTE post.
 
Beijos

Share Button

Comentários

  1. Ótimo post Paola! Malu eh do time das “magrinhas”.rsrsr Apesar de comer bem, come pouco, sempre foi assim, ela tem 1 ano e 1 mês (quase). Mama no peito e é saudável demais!Não me preocupo tanto pois sei que é o biotipo dela, genética também, eu e o pai nunca fomos gordos. Mas é sempre bom dá uma “turbinadazinha” na alimentação dos magrinhos.rsrsrs (Não tô conseguindo comentar na fanpage! 🙁 )

  2. Aqui minha mocinha é super seletiva e ainda come pouco em cada refeição. Invisto muito em frutas entre as refeições principais por ela gostar bastante delas