Oi gente tudo bem?



Filhota, hoje o texto é pra você:

Clara,

Estou desde domingo pensando em o que te escrever pra você ler quando crescer e as palavras me fogem. Não quero ser repetitiva e dizer tudo aquilo que te digo diariamente e você com 10 meses parece me entender, pois me olha, ri, aperta meu rosto e fala: Buga, Buga!

Sim, filha eu te amo e agradeço todos os dias por ser sua mãe e agradeço à você por ter me escolhido.

O que fazer se eu não consigo parar de falar que te amo, né? Sou assim!

Filha, hoje quero lhe dar alguns conselhos que pode passar os anos que for, não muda:

Brinque, mas brinque bastante e cresça sempre brincando. Que você leia diversos livros,  viaje no mundo literário e faça na sua cabeça lindas histórias, onde você será a personagem que quiser ser.

Se suje com tinta, canetinha, guache, giz de cera pintando os sete por aí e  deixe sua imaginação sempre fluir e a criatividade seja sua melhor amiga.

Brinque de pular corda, pular amarelinha, de elástico, corre cotia, passa anel, elefante colorido e permita que a música de qualidade faça sempre parte de sua vida.

Tenha sempre equilíbrio em sua vida, que juntas consigamos dividir o tempo com a tecnologia e as brincadeiras de roda, de rua, nas praças…

Prometo levá-la pra praia, cachoeira, interior e assim a natureza e os pés descalços fazerem parte da sua infância e vida. 
Quero que você sinta o cheiro da chuva, sim, aquele cheiro de terra molhada típico da cidade de sua avó, onde eu cresci e fui tão feliz quando criança!

A arte, o teatro, cultura de um modo geral sejam hábitos seus, meus e nossos.

Seja sempre gentil com o próximo, afinal, gentileza gera gentileza. Sempre tenha um sorriso no rosto, sorrir afasta os inimigos e as coisas ruins.

Pense positivo, há Alguém lá em cima sempre olhando por nós e por mais escura que esteja a vida, o sol sempre brilha pra quem tem fé.

Tenha coração bom, mas seja sábia pra enfrentar o dia a dia, as pessoas ruins e tudo que for contrário aos seus princípios.

Mantenha a cabeça sempre no lugar e não se perca por más influências. Viaje, desbrave o mundo, ame intensamente, se jogue na vida, mas sempre com juízo.

E acima de tudo, seja feliz, sempre feliz e muito feliz.

Eu sempre estarei ao seu lado pra lhe ajudar, lhe ensinar, puxar sua orelha com uma boa conversa, lhe apoiar, sorrir, chorar e o que precisar.
Conte sempre comigo.
Te amo,
Mamãe


Essa carta faz parte da Blogagem Coletiva da Semana Mundial do Brincar.
Quer mandar a sua também, mas não tem blog?
Não tem problema, escreva até o dia 25/05 e envie para barreto.maribel@gmail.com.
Pra saber mais sobre a Semana, é só clicar aqui ou no blog da SMB2013 e acompanhar a fanpage da Aliança pela Infância
Faça parte você também!


Beijos

Share Button

Comentários

  1. Que linda Paola, fica difícil mesmo encontrar palavras, parece que ficamos meio piegas, rola uns clichês, mas não tem como fugir, o amor que sentimos é tão grande não é mesmo? A Clarinha vai adorar ler essa carta. Continue sendo essa mãe maravilhosa.
    Bjs
    #semanamundialdobrincar