Imagem: Shutterstock

Imagem: Shutterstock

Quando você procura uma escola para seu filho, além da infraestrutura, conteúdo pedagógico, aulas extracurriculares e etc, você também se preocupa com a qualidade da alimentação que será servida para seu filho? A escola tem um profissional nutricionista responsável pelo cardápio e o mesmo é feito com alimentos indicados com a faixa etária da criança? No post de hoje reuni alguns cardápios de merenda escolar, enviados por leitoras e dei meu pitaco como nutricionista e como mãe preocupada com a saúde da minha filha, afinal, cardápio escolar,você sabe o que o seu filho está comendo?

Antes de mostrar alguns dos cardápios enviados, eu pergunto: De que adianta você lutar contra toda sua família, conhecidos, sociedade e estabelecer a alimentação saudável na vida de sua Cria, se quando ela for para escola, nada do que você preconiza é seguido?

Calma! NÃO estou dizendo que a escola tem que servir a comida igual em casa, MAS oque vejo é que as escolas estão totalmente despreparadas para servirem refeições para crianças. Peguei pesado? Ok, vou mudar a fala, pois o intuito não é criticar e sim somar! As escolas estão desatualizadas em relação a alimentação infantil e quando digo escola, me refiro a todos os profissionais responsáveis pelo cardápio escolar e neles, infelizmente incluo as nutricionistas que prescrevem tais cardápios.

Posso generalizar? NÃO! Mas diariamente recebo mensagens com cardápios e mães desesperadas, pois não sabem mais o que fazer em relação a alimentação escolar e o pior, que as diretoras das escolas simplesmente as ignoram e dizem que de vez em quando não tem problema. Até quando teremos que engolir que o “de vez em quando” pode, sendo que na realidade se for 1X por semana, toda semana, não é de vez em quando?

Bom, para ajudá-las a entender aonde algumas escolas pecam nos cardápios, pedi para vocês, leitoras e seguidoras do blog, enviarem os cardápios das Crias para eu analisar. Por questões éticas, nenhuma escola terá seu nome revelado, a intenção é que cada mãe que enviou o cardápio saiba como reivindicar mudanças, que mostre para outros pais preocupados, que saiba o que realmente seu filho está comendo.

Cardápio 1:

cardapio escolar - analise

Idade da criança: 2 anos
Escola: particular
Região: Santo Amaro /SP
Nutricionista: somente elabora o cardápio
Idade: educação infantil de 2 a 5 anos.

Análise Maternidade Colorida:

  • Peito de peru, presunto ou qualquer embutido é rico em nitrito, nitrato, ingredientes estes, altamente nocivos para qualquer pessoa, quanto mais para criança. Além do alto teor de sódio. Jamais deveria estar em um cardápio infantil! (saiba mais neste post)
  • Bisnaguinha normal ou integral não é um pão bacana para criança, é preferível aqueles pães de padaria, podendo ser de leite ou até mesmo o pão francês. (Saiba mais neste post sobre bisnaguinhas)
  • Gelatina de Morango: cheia de açúcar, corante. Não tem nenhum benefício para criança, totalmente desnecessário. Se for oferecer a gelatina natural, ok, mas a industrializada jamais. (saiba mais neste post)
  • Suco de soja: não oriento ou indico suco de soja para crianças, além da maioria das marcas ser super rico em açúcar. Preferível suco natural.
  • Mini esfiha de 3 queijos: a esfiha super bacana, mas quais são os queijos do recheio? Alguns são ricos em gordura e sódio, totalmente dispensável para as crianças. Por que não trocar o recheio e colocar frango ou carne moída, por exemplo?
  • Abacaxi com groselha: Oi? Groselha para criança de 2 anos? Açúcar, corante puro … pra que colocar isso na fruta?
  • Cereal com leite ou iogurte: qual cereal? Sem açúcar? Prefiro granola sem açúcar, muito mais indicado.
  • Chocolate quente: como é feito? Achocolatado + açúcar? Prefiro vitamina de leite com fruta

De um modo geral, o cardápio tem MUITO açúcar. Não precisa do bolo junto com outro carboidrato, por exemplo. A parte doce do lanche deveria ser apenas fruta e não bolo. Além do açúcar, groselha é inadmissível ao meu ponto de vista.

Cardápio 2:

cardapio escolar 3

Idade da criança: 1 ano Escola: particular Cidade: Rio de Janeiro Responsável pelo cardápio: Nutricionista

Análise Maternidade Colorida:

  • Colação: só o suco de fruta não é suficiente, deveria dar a fruta in natura no lugar do suco, por exemplo.
  • Almoço: Senti falta de peixe, o ovo pode e deve ser inteiro.
  • Lanche: Nada deve ser batido

No geral, o cardápio não tem alimentos impróprios, porém, deve-se prestar atenção na consistência. Com 1 ano, a criança já deve comer com consistência normal. Também colocaria uma variedade maior de alimentos, deixaria o cardápio mais nutritivo e colorido, mesmo sem mudar o custo do mesmo!

Cardápio 3:

cardapio escolar 4

Idade das crianças: 1 a 3 anos Escola particular Cidade: Rio de Janeiro Feito por nutricionista

Análise Maternidade Colorida:

  • Colação: Deveria ser fruta ao invés do suco, falta opções, esta refeição precisa ser mais completa.
  • Almoço:
  1. Poderia ter mais salada de folha,
  2. peixe empanado é péssimo para criança, existem outras formas de prepará-lo sem alterar custo,
  3. por mais que tenha legumes no feijão, estes deveriam ser feitos sozinhos, para as crianças o conhecerem,
  4. quando tem macarrão, não precisa de feijão, use outra leguminosa para ficar mais harmônica a refeição,
  5. batata sorriso, nunca, jamais (saiba mais neste post)
  6. sobremesa sempre fruta!
  • Passatempo sem recheio, bolacha de maizena: são opções cheias de açúcar, seria mais bacana encontrar outras bolachas ou melhor ainda, deixar a parte doce para as frutas e investir em carboidrato salgado, assim contribui para a formação de hábito alimentar saudável.
  • Bisnaguinha não é uma boa opção de pão (relembre aqui)

De modo geral, o cardápio é pouco variado, rico em carboidrato e poucas folhas. Com esta falta de variedade, poucos dias os pratos são atrativos, coloridos e chamativos de forma natural.

Cardápio 4:

cardapio escolar 6

Criança de 1 ano e 4 meses Escola Particular Cidade: São Paulo Feito por nutricionista

Análise Maternidade Colorida:

  • Pão de mel é rico em açúcar, com esta idade é desnecessário.
  • Apesar de amar pipoca, ser saudável (desde que faça na panela, com pouco óleo, sem sal), acho arriscado oferecer em lanche para crianças de 1 ano e 4 meses. A SBP indica que pipoca seja oferecida acima de 5 anos e sempre com atenção. Aqui fica meu medo de engasgo, em um momento em que tem mais de uma criança e não sei quantas funcionárias tem.
  • Falta fruta em todos os lanches, independente do que pé servido de carboidrato.
  • Já que eles fazem um pão de queijo funcional, pão caseiro de mandioquinha, tem condições de encontrar uma opção melhor do que a bolacha de maizena.
  • Falta variedade nos lanches.

De um modo geral, o cardápio está com opções mais caseiras, porém, vale ressaltar que até 2 anos não é recomendado dar açúcar para as crianças, desta forma, os bolos, pão de mel, bolachas doces estão erradas. Parte doce do cardápio sempre deve ser fruta.

Cardápio 5:

cardapio escolar 7

Criança de 3 anos Escola particular Feito por nutricionista

Análise Maternidade Colorida:

  • Salsicha? Oi? Embutido, rico em nitrito, nitrato, sódio … um crime oferecer isso para criança! (relembre aqui o que falei da salsicha).
  • Na mesma refeição arroz, feijão e macarrão é desnecessário, a menos que seja um hábito regional, o que não é o caso.
  • Linguiça? Embutido, cheio de gordura, sódio. Algo totalmente desnecessário para a criança.
  • Mousse de limão: excesso de açúcar, além de ter leite em sua composição e por ter cálcio, atrapalha a absorção do ferro.
  • Batata carinha: excesso de sódio, ingredientes desnecessários para a criança.
  • Salada de macarrão: pra que? Com tanta opção de verdura e legumes existentes!
  • Gelatina: açúcar e corante puro, nada de benefício para a criança.

De modo geral, senti falta de ovo, tem fruta apenas 2 vezes na semana, os demais dias são opções cheias de açúcar e desnecessário para as crianças.

Recebi vários cardápios, fiquei muito feliz por vocês terem mandado e agora semanalmente irei postar os cardápios enviados por vocês. Não coloquei mais aqui senão o post ficaria gigante! ahhahahahaha Continuem mandando inbox na fanpage ou por email ([email protected]) que irei postar!

Vamos esclarecer alguns pontos:

  • Os cardápios foram analisados de acordo com a idade da criança que o consome, pode ser que algum cardápio até possa ser oferecido para uma criança maior.
  • A falta de criatividade nas refeições me assusta, pois a grande maioria está monótono, sem chamar atenção da criança para a comida. Vejo pratos sem cor, sem vida!
  • O custo pode ser muito bem adequado a cada realidade, basta pesquisar onde comprar mais barato, enfim, dá trabalho fazer um cardápio, precisa pesquisar fornecedores, equilibrar os nutrientes,para assim nutrir corretamente as crianças.

É preciso que os profissionais busquem novas opções, descomplicadas, que caibam no orçamento das escolas e que de fato façam o que são contratados para fazer. Instituições e profissionais precisam de uma vez por todas entrarem em um consenso do que pode ou não pode, o que é viável ou não, pensando em prol da saúde das crianças. Desculpe, mas não entra na minha cabeça que algumas coisas sejam aceitáveis. Alimentação saudável também é obrigação da escola.

Exijam que as escolas tenham um programa de educação nutricional na grade curricular da mesma forma que você querem que tenha ballet, judô ou inglês desde 1 ano! Pense que cuidar da alimentação hoje, é evitar problemas de saúde amanhã.

Vale a pena reler:

21 alimentos que crianças não devem consumir antes de 2 anos ou +

12 alimentos que crianças não devem comer antes de 1 ano

Açúcar na alimentação infantil X hábito alimentar saudável

Como enviar suco de fruta na lancheira

Bisnaguinha: amiga ou vilã das crianças?

Espero ter ajudado!

Beijos

Share Button