Oi gente, tudo bem?



Uma das coisas que sempre me preocupa é como será, ou melhor, estará o País em que vivemos.
Sempre achei tudo por aqui um absurdo de caro, injustiças é o que mais acontecem, mas parece que ultimamente tudo está mais escrachado.

Você não tem dinheiro é queimado, hoje, perde-se a vida por causa de um celular ou por uma discussão porque a pizza estava fria.
Os valores estão lá em cima. Pra comprar o básico, gasta-se horrores.

Vamos parar pra pensar?

Alimentação:

Comprar arroz, feijão, carne e tomate hoje é caro demais.
Quando vou a feira, fico abismada com uma fruta da época custar R$ 8,50/kg, sendo que há algum tempo ela custava R$ 3,50.
Aonde os preços vão parar?
Até comer vai se tornar difícil?
Aqui em casa, tivemos que dar uma mudada nas escolhas, cada vez que vou ao supermercado ou feira, escolho os itens pelos preços e dependendo do preço, vou pra marca mais barata.
Nosso dinheiro parece que perdeu valor e R$ 50,00 não vale mais nada.

Saúde:

Se temos convênio, em muitos momentos eles nos deixam na mão.
Eles pagam pouco pros Médicos e com isso, muitos deles deixam de atender por convênio, ou demora meses pra 
conseguir marcar uma consulta.
E o que falar do serviço público de saúde? Um descaso do governo gigante. Pessoas morrem nos corredores, outras na fila de espera por um atendimento. 
E a quantia de erros?
Virou moda colocar qualquer coisa menos medicação na sonda.

Cadê a saúde do nosso País?

Educação:

As particulares são super caras. Vejam bem, não estou desmerecendo a mão de obra e o trabalho dos educadores. Minha mãe é professora aposentada, minha avó foi professora e minha tia ainda exerce a profissão.

As escolas públicas estão sem vaga, os professores vivem insatisfeitos com os salários, os prédios que as abrigam sem manutenção em muitas delas.
A alimentação é precária, com alimentos que as crianças não devem comer. Eles estão preocupados simplesmente em matar a fome das crianças e não em nutri-las.

Cadê a educação do nosso País?

Vestuário:

Quantas de nós não correu pros EUA pra fazer o enxoval?
Sim, é absurdamente mais barato.
Toda vez que vou comprar alguma roupa, brinquedo ou acessório pra Clara, me sinto roubada na cara dura.
Vocês podem achar que isto é futilidade, mas vem cá, a gente precisa de roupa, né?~

Farmácia:

Já analisaram quanto gastamos ao comprar fralda, lenço umedecido, pomada anti assadura?
Cada vez que paro na farmácia são quase R$ 100,00.

Cadê o valor do nosso dinheiro??



Fico muito preocupada com tudo isso que está acontecendo, em como será quando nossos filhos crescerem.
Fico, feliz porque sinto que as vendas que estavam em nossos olhos caíram e hoje percebemos a crise que estamos passando.
Hoje, sinto que acordamos e isso me enche de esperança.
Podemos fazer nosso País ser a tão Pátria Amada, o lugar em que a corrupção não seja a alma do negócio, onde poderemos ir e vir sem sermos queimados.

O gigante acordou, graças à Deus. Mas que ele fique acordado na paz, sem quebração, vandalismo. Que ele fique acordado com sabedoria, inteligência e ideais verdadeiros de uma melhora pra nós povo brasileiro e não seja mais uma armação política da oposição.
Que ele fique acordado e mude as coisas sem prejudicar o povo, sem afetar em outras melhorias.

Pra Clara, pra Maria, pra Bruna, pra Luna, pra Cacá, pro Pedro, pro José, pro Antonio, pro Mário, pra Lorena …. por todos os Pequenos frutos que serão o futuro da nação, um País melhor com pais e mães melhores. Vamos ensinar os valores, cuidar do meio ambiente, mudar hábitos …. #mudabrasil


Este post faz parte da Blogagem coletiva, que reúne mais de 180 blogs de mães e pais. Faça parte você também, participe do movimento.
Procure em sua cidade como se manifestar.
Não quer ir pra rua por medo?
Participe nas redes sociais com a hastag #protestomaterno.

Beijos
“O Protesto Materno surgiu da vontade de mães fazerem algo pelo país, já que nem todas podem ir para as ruas com o seu filhote. O movimento começou com a adesão de mães blogueiras (mais de 150), que postam em seus blogs nessa sexta-feira suas visões e opiniões sobre o movimento legítimo e democrático que toma conta das cidades! O protesto reúne outras centenas de mães conectadas – que já estão divulgando o manifesto virtual via redes sociais – e as que decidiram levar essa união materna de volta para as ruas.

O intuito é engrossar as manifestações pacíficas que estão acontecendo pelo Brasil, apoiando mudanças além dos 20 centavos e que, sem dúvida, podem fazer da nação verde-amarela um lugar melhor para nossos filhos. Lutamos por educação, saúde, segurança, menos impostos, um basta a corrupção e impunidade.

Nem precisa ser mãe para divulgar o banner e a tag #protestomaterno, criados para representar a iniciativa – que pertence a todas as famílias brasileiras! Mas que fique claro; isso não é apenas a circulação de um banner bonitinho; é a união de pessoas realmente preocupadas com o futuro dos filhos!

Já são mais de 150 blogs maternos participantes, com o apoio de movimentos nas ruas de várias cidades. Nesta sexta-feira, às 10 horas da manhã, haverá um twitaço para balançar esse país!

Porque quem disse que mãe só entende de fralda?! Mãe entende do futuro dos filhos e quer o melhor para eles! Vem com a gente! Ajude, compartilhando, escrevendo, divulgando os links e acompanhando pela tag #protestomaterno! Também usamos #mudaBrasil#acordabrasil #vemprarua #ogiganteacordou.”

Share Button

Comentários