Imagem daqui

Desde que Clara nasceu mudei vários hábitos, na realidade desde que engravidei. Parei de fumar, beber socialmente, comecei a controlar o que como. Sim, apesar de ser nutricionista, sempre gostei de uma “trash food”. A mudança dos hábitos alimentares ficou mais latente quando Clara começou a comer e eu resolvi mudá-los de vez, a comer a comida dela e deu super certo.

Hoje eu e Clara comemos a mesma comida, falta Marido querer entrar nesta onda, mas aos poucos ele está curtindo.

Nos últimos dias tenho estudado bastante os alimentos, rótulos dos alimentos e tenho cada vez mais tido vontade de radicalizar (no bom sentido da coisa e sem neuras).

Como estamos na fase de crias os hábitos alimentares da Pequena, é a hora de mudar o nosso aqui em casa também. É hora de dar tchau a alguns industrializados cheios de aditivos, conservantes, química e vícios alimentares.

Decidi começar a fazer em casa algums coisas, ou melhor, a grande maioria, em comer melhor no sentido de saber a origem dos produtos que compro.

Aos poucos vou testar várias receitas e preparações e assim ter a certeza do que estou ingerindo e o que estou oferecendo pra minha filha.

Alguns pontos que vou mudar/radicalizar:

– Não ingerir líquido durante as refeições;
– Tomar um belo e verdadeiro café da manhã;
– Trocar o chocolate branco (minha verdadeira paixão) pelo Dark;
– Usar açúcar demerara só quando for necessário, como por exemplo no suco de limão. Com a Clara, açúcar só depois dos 2 anos;
– Trocar 100% tudo que é refinado por integral (arroz, massas, pães, biscoitos);
– Evitar ao máximo industrializados com excesso de corantes, açúcar, tipo gelatina, suco em pó e afins.

Há um tempo atrás eu radicalizei nos temperos e exclui da minha vida tudo o que é pózinho cheio de sódio e confesso, amei tal mudança e me senti menos inchada, com menos retenção de líquido!

É gente, vale a pena repensar nos hábitos e ver como queremos que nossos filhos comam. Sou totalmente consciente que ela vai comer na rua, na casa dos outros, mas vai ter sua base saudável em casa.
Não serei daquelas que irá probibir de comer algo apropriado pra sua idade na casa dos outros, ela vai poder comer, experimentar e até gostar, mas saberá quando e quanto pode comer.

Sábado fomos em um chá de bebê e ela quis comer o que eu estava comendo, um bolo de cenoura. Dei um pedaço e ela cuspiu com cara de eca. A mesma coisa foi pro pão tipo bisnaguinha.
Isso me mostrou que sim, estou no caminho certo, de que ela está tendo sua referência alimentar da forma mais saudável.

Mas me falem, vocês mudaram algo por causa dos filhos?
Beijos

Share Button

Comentários

  1. Pois e, eu era super chata com o Danilo antes de 1 ano! Poxa vida e a família as vezes acaba fazendo muita pressão sobre a alimentação, podem não dizer com essas palavras, mas acham cuidado frescura!!! Quando o Danilo fez 1 ano relaxei tanto que fiquei relaxada! São tantos afazeres! Af… e o cansaço? A umas duas semanas atrás acordei, meu filho merece mais atenção e que digam que sou chata! Comecei a pesquisar sobre alimentação e achei seu blog, amei!!!! Já estou fazendo mudanças aqui em casa.Preciso mudar meus hábitos para que ele coma bem e preciso cuidar mais da alimentação do meu príncipe. E isso, resolvi mudar, embora tenha uma compulsão por doces estou me controlando!

  2. Pois e, eu era super chata com o Danilo antes de 1 ano! Poxa vida e a família as vezes acaba fazendo muita pressão sobre a alimentação, podem não dizer com essas palavras, mas acham cuidado frescura!!! Quando o Danilo fez 1 ano relaxei tanto que fiquei relaxada! São tantos afazeres! Af… e o cansaço? A umas duas semanas atrás acordei, meu filho merece mais atenção e que digam que sou chata! Comecei a pesquisar sobre alimentação e achei seu blog, amei!!!! Já estou fazendo mudanças aqui em casa.Preciso mudar meus hábitos para que ele coma bem e preciso cuidar mais da alimentação do meu príncipe. E isso, resolvi mudar, embora tenha uma compulsão por doces estou me controlando!