Oi gente, tudo bem?

Semana passada eu fui em um bate papo sobre alergia promovido pelo Claritin. Quem falou sobre as alergias foi a Dra. Ana Paula Moschione Castro e foi super esclarecedor.


Dermatite Atópica
·       É um distúrbio cutâneo crônico, caracterizado por recaídas frequentes e de caráter imunológico. O principal sintoma é a coceira que aparece antes das erupções cutâneas, lesões como bolhas. A pessoa que também sofre de dermatite alérgica pode apresentar asma ou rinite.
Urticária
·       Reação alérgica da pele que se caracteriza por placas avermelhadas e muita coceira. A pele se torna avermelhada e quente. As manchas podem desaparecer em algumas horas.
Conjuntivite Alérgica
·       É um processo inflamatório da conjuntiva (fina membrana que envolve o olho), decorrente da alergia a uma ou mais substâncias estranhas (alérgenos). Caracterizam-se por vermelhidão ocular e coceira, podendo ser acompanhadas  por inchaço nas pálpebras. Geralmente estão associados a outras alergias e a presença de sintomas nasais.
Rinite Alérgica

·        A rinite alérgica é um processo inflamatório da mucosa nasal decorrente de uma reação exagerada a uma ou mais substâncias, chamadas de alérgenos. Devido a características genéticas, o sistema imunológico interpreta uma substância como agressora, reagindo em defesa do organismo e causando os sintomas da rinite alérgica. 

Ela disse que muitas vezes, confundimos gripe, resfriado e alergia e com isso o tratamento é feito de forma errada.

Segundo ela, Rinite é uma doença, acomete milhares de pessoas, mas é pouco tratada.

Como Diferenciar: Rinite Alérgica X Resfriado X Gripe


Sintomas
Rinite Alérgica
Resfriado
Gripe
Coriza (nariz escorrendo)
Sim
Sim
Sim
Espirros
Sim
Sim
Sim
Coceira no nariz
Sim
Sim ou Não
Sim ou Não
Obstrução nasal
Sim
Sim
Sim
Febre
Não
Sim ou Não
Sim
Coceira nos olhos ou no céu da boca
Sim
Não
Não
Mal-estar/Dor no corpo
Não
Sim ou Não
Sim
Risco de contágio
Não
Sim
Sim
Duração da doença
Variável
4 a 7 dias
1 a 2 semanas

Existem fatores irritantes e coisas que provocam alergia. Muitas vezes, entramos em contato com algo irritante e se temos algum tipo de alergia, pode influenciar.
Por exemplo, esmalte é algo alérgico. Tecido, perfume, cheiros  são fatores irritantes.



Uma das coisas que mais me deixou pasma é que:
Por mais que nossa casa seja limpa, sempre tem ácaros. Por isso é bom evitar coisas que acumulam pó;
O segundo lugar que mais tem ácaros é o sofá, pois muitas vezes damos comida pras crianças no sofá, elas derrubam entre as almofadas e braço do estofado e lá fica um monte destes serzinhos que não precisavam existir.


Com a tecnologia e estudo, os antihistamínicos evoluíram e hoje é possível tomar um antialérgico sem capotar.
Gente, juro. Sou daquelas pessoas que não podem tomar remédio que é cair na cama e dormir na certa.
Ah! A Dra. falou mais de uma vez que antes de ter qualquer remédio na farmácia do bebê, é preciso consultar o médico.
Nada de se auto-medicar, hein?

Alergia não tem cura, mas sabendo qual e ao o que tem alergia, fica mais fácil o tratamento. 


·        Mantenha o ambiente limpo constantemente;
·        Evite o uso de tapetes, cortinas e carpetes que acumulam poeira (onde estão os ácaros);
·        Use panos úmidos na limpeza, pois vassouras e espanadores só espalham a poeira;
·        Se o alérgico for você, utilize máscara e luvas durante a limpeza;
·        Use um aspirador que tenha um filtro HEPA (High Efficiency Particulate Arrestance). Esse filtro reduz os alérgenos transportados pelo ar, prendendo ácaros e outras partículas, não as liberando novamente no ar;
·        Evite cães e gatos no quarto do alérgico, ou evite que eles vivam dentro das casas ou quartos
·        Assegure ventilação adequada do ambiente, para evitar a proliferação de fungos (mofo ou bolor);
·        Evite travesseiros de penas e cobertores de lã – substituindo-os pelos de material sintético;
·        Travesseiros e colchões contêm material fibroso, ambiente ideal para o crescimento dos ácaros. Utilize capas protetoras de travesseiros e colchões feitas de material plástico ou vinil que são impermeáveis aos alérgenos;
·        Evite odores fortes como os de: perfumes, cigarro, produtos de limpeza, tintas, inseticidas;
·        Evite acúmulo de papeis velhos e restos de alimentos que facilitam a procriação de baratas;
·        Animais de pelúcia devem ser lavados a cada semana e guardados, de preferência, longe da cama, ou em armários
·        Lave todas as roupas de cama com água muito quente toda semana;
·        Lave as proteções do colchão e os travesseiros a cada duas semanas.
·        Para evitar o mofo, limpe os locais úmidos com água sanitária;
·        Coloque a cortina do box de molho quinzenalmente;
·        Evite a proliferação de ácaros, preferindo roupas de cama sintética;
·        Aspire a capa do colchão ou limpe-a com pano úmido mensalmente;
·        De vez em quando, lave as folhagens das plantas;
·        Lave as roupas que ficaram no guarda-roupa por muito tempo antes do uso;

·        Limpe frequentemente os filtros de ar condicionado.

Espero que ajude vocês aí!
Beijos
Share Button

Comentários

  1. Muito bom seu post!! Sabe, Luna raramente fica doente, mas ano passado ela teve 3 vezes conjuntivite alérgica! Um saco, ela não reclamava tanto, mas é um transtorno, né? Uma semana sem escola, tomando antibióticos e mãe em casa sem ir trabalhar, mas faz parte! e tem também dermatite atópica, desde bebê, isso é o mais chato, nas épocas de crise coça tanto que ela se esfola. Mas faz tratamento com cremes especiais e hidratantes, a pediatra não aconselhou vacinas.

    Beijão.