Oi gente, tudo bem?

Quando foi a última vez que vocês brincaram?
Não, não pergunto quando brincaram com seus filhos e sim quando vocês pais brincaram pela última vez?
Láááááááá trás na época da infância de vocês?
Você lembram quais brincadeiras vocês participavam e se divertiam?
Lembram a sensação, a adrenalina que sentiam ao brincar?
Nossa! Eu lembro como se fosse hoje como amava brincar no quintal da minha avó, na nossa Casa de Campo.
É um quintal com aquela terra vermelha, sabem? Com Jabuticabeira, Abacateiro, plantação de mandioca. Minha avó comprou aquelas piscinas infláveis e a gente fazia a festa, mas o mais gostoso era o banho de esguicho. 
Ah! Como era bom naquele calor de interior, perto de Bauru se refrescar no esguicho depois de subir nas árvores e pegar as frutas no pé.
Aqui em São Paulo, e divertia no quintal do prédio que morava e brincava com meus primos e vizinhos. Brincávamos de esconde-esconde, Liga dos Super Heróis, skate, bicicleta, mas o mais legal era ir com o papelão e escorregar nos morros das praças aqui da Vila Madalena.
Brinquei de boneca até os 15 anos, aproveitei ao máximo minha infância. Meus pais me levavam junto com meus irmãos em uma praça deliciosa aqui perto de casa, a chamávamos de Caixa d’agua e hoje sei que o verdadeiro nome da praça é Reservatório Sumaré Velho (veja aqui o endereço).
Lá tem tanques de areia, brinquedos daqueles de cimento, verde, árvores. É uma delícia e não vejo a hora de ir brincar com a Clara por lá!
Reservatório Sumaré Velho
Quando eu era criança, não tínhamos muito dinheiro pra eu ter todos os brinquedos e muitas das brincadeiras eram com o espaço que eu tinha e minha mãe pedagoga e educadora sempre incentivou minha imaginação e com isso colocava a criatividade pra funcionar e criava muitas coisas e alguns de meus brinquedos.
Não tinha todos os móveis da Boneca tal, mas na minha casinha eu tinha o fogão, a cama, o sofá e etc.
Hoje, mãe da Clara que está com 10 meses, vejo o brincar de uma outra forma, vejo com mais importância e percebo que não são os brinquedos que determinam o brincar, podem interferir, mas não é o principal.
Nós adultos vivemos na correria do dia a dia, trabalho, casa, casamento e muitas vezes esquecemos, ou melhor, usamos a falta de tempo pra não brincarmos com nossos filhos e precisamos criar espaço em nossas agendas pra brincar.
Sim, brincar com nossos filhos.
Se não conseguimos ter a disposição pra sentar no chão e brincar, precisamos então proporcionar, incentivar, apoiar o brincar na rotina deles.
Não digo o brincar eletrônico e na frente da TV, computador ou tablet e sim aquele brincar da nossa velha infância, o brincar de se sujar, criar, viajar na imaginação e criar histórias mirabolantes de princesas, príncipes,  plebeias   ETs, super-heróis ou qual personagem surgir desta brincadeira toda.
Todo dia brinco com a Clara, sentamos no chão do quarto dela, esparramamos os brinquedos, leio, conto histórias, faço teatro de dedoches e fantoches. Ouvimos música e ela se diverte. Na minha época era apaixonada pelos Saltimbancos, lembram deste CD do Chico Buarque? Fiz até uma peça de Teatro no colégio.
Pesquisando pela internet, achei esse site com 100 brincadeiras pra crianças e bebês. Ele explica como, onde brincar, a origem da brincadeira e os nomes diferentes que as mesmas brincadeiras podem ter.

Agora que criar algo com os pequenos? Dei algumas dicas neste post de algumas coisas pra pintar os sete com a criançada e este site aqui peguei essas ideias de brinquedos reciclados, olha só cada coisa bacana:
Que tal voar por um céu desconhecido e descobrir novas aventuras?

Está na fase do encaixe e desencaixe? Olha que legal este brinquedo educativo. Vou fazer pra Clara!

 Vamos viajar? Mas antes temos que colocar gasolina no carro!



Quem quer morar neste lindo Castelo?

O que é o brincar? (Exchange everyday)

por: Steve Gross and Rebecca Cornelli Sanderson, 2012

 Historicamente, brincar tem sido visto como um intervalo frívolo entre importantes empreendimentos como trabalhar e aprender quando, na verdade a habilidade infantil de engajar-se em brincadeiras é essencial para sua aprendizagem, produtividade e desenvolvimento integral.


Uma inclinação natural para o brincar é universal em todos os mamíferos jovens. Crianças de todos os grupos sociais no mundo passam tempo brincando. Por que? Porque brincar é um veículo crucial para explorar e aprender, desenvolver novas habilidades e conectar-se com outros. Do primeiro sorriso do bebê à cuidadosa construção de uma torre por uma criança da pré-escola, crianças usam o brincar para engajar-se e aprender sobre o seu mundo. Brincar tem benefícios neurológicos, cognitivos, socio-emocionais e fisiológicos fundamentais para a saúde da criança. Mais importante ainda, brincar é a maneira pela qual as crianças constroem relações amorosas e de confiança.


As pessoas com frequência pensam em brincar como ‘brincadeiras específicas’ como esconde-esconde, jogar futebol ou brincar na caixa de areia. Em oposição, elas pensam em trabalho em termos de atividades como varrer as folhas do jardim, cozinhar, limpar, fazer as tarefas escolares. Nós acreditamos que qualquer atividade, desde que realizada ludicamente, é brincadeira. Em outras palavras, não é sobre o que você faz, mas sim, como você faz. Brincar é a expressão da nossa inclinação natural para explorar, se engajar e conectar-se com o mundo ao redor livre e alegremente.

                                                                                                                         Fonte: Aliança pela Infância
E aí?
Vamos brincar???
Encontre aqui a programação da sua cidade!
Beijos

“Este post faz parte da Blogagem coletiva em comemoração a Semana Mundial do Brincar promovido pela Aliança pela Infância” –  http://semanamundialdobrincar2013.wordpress.com/

Imagens: 01
Share Button

Comentários

  1. Paola, amei! É tudo o que faço por aqui…. criar brinquedos de sucata e brincar o dia inteiro. Quanto a brincar sem ser com os filho, nem faz tanto tempo, eu fui monitora de acampamento de férias até antes de engravidar… e brincava demais!!!! Parabéns pela participação, o texto está ótimo! #semanamundialdobrincar BeijoBeijo Andrea e Lara coisas-da-lara.blogspot.com.br

  2. Oi Paola, eu estou sempre brincando. Mesmo na vida de adulta incluí as brincaderias de mímica, Imagem & Ação, danças, frescobol na praia e poutras coisas na minha vida. Brinco muito com as minhas filhas. Eu adoro uma boa brincadeira, uma farra, uma bagunça.
    Muito legal essa praça que você ia quando criança.
    beijos
    Chris
    http://inventandocomamamae.blogspot.com/
    #SemanaMundialdaBrincar

  3. Eu sempre brinco! Não só com as crianças, mas com o marido, com os sobrinhos, com minhas irmãs.
    Acho que é uma forma de permanecer feliz, aliviar o peso do dia-a-dia…
    beijo enorme
    Lele