Hoje foi um dia muito especial pra mim, fui com a Clarinha ao 4 Seminário da Revista Crescer – A Importância do Brincar e além de aprender como brincar com minha filhota, conheci muitas queridas amigas virtuais.

Conheci a Rose, da Vida de Maejestade, a Micheli da Meu dia a dia de mãe, a Loreta e a Catarina do Bagagem Materna, a Ana e a Bruneca do Look Bebê, a Thais do Sem Firulas e Loucura Materna, a Ana do Loucura Materna, a Cris do Inventando com a Mamãe, a Carol do Nina Ensina, a Fabi da Rede Mulher, Conversa de Mãe, a Mariana do Vida de Gestante, a Tathi Passagem do Entre fraldas e livros, a Keka do Test Drive Miami, a Nivea do Mil Dicas de Mãe e a Malu da Crescer.

Meninas, adorei o carinho de vocês comigo e com a Pequena, a prontidão em me ajudar com o Sling, com os copos de água rsrsrs. De coração, muito obrigada!!

Voltando ao Evento, estava tudo muito organizado, tinha o Espaço Mattel com recreadores, lanchinhos pra criançada enquanto as Mães estavam na sala do Seminário.

Para os adultos também foi servido café da manhã antes de iniciar os módulos.

Descobri este ano que anualmente a Crescer faz esse tipo de evento, cada qual com um tema diferente e achei bem interessante e bacana a ideia. Espero ir no ano que vem!!!



Como a Clara é bem pequena (não completou nem 2 meses), assisti apenas o primeiro módulo, que foi voltado a crianças de 0 à 3 anos e o segundo não consegui assistir nem pelo site, pois aí veio a hore de cuidas da Filhota e sem condições de qualquer outra coisa rsrsrs.

A primeira palestra foi da Katheleen Alfano, responsável pelo Playlab (Laboratório da Primeira Infância da Mattel) e ela disse que no mundo inteiro as crianças brinca igual, até mostrou vídeos e achei bem interessante o fato de que independente de onde nasceu, as crianças tem as mesmas brincadeiras.
 
Depois começou o primeiro módulo, para crianças de 0 – 3 anos. A mediadora foi a Fernanda Young e além dela participaram a coordenadora da ONG Criança Segura Alessandra Françoia, o Pediatra Luiz Guilherme de Araujo Florence, a Atleta Virna e a Rosana Jatobá.
Durante o painel, eles responderam algumas perguntas enviadas pelos presentes.
Os assuntos discutidos foram:
Não tem que haver preconceito e diferença entre os brinquedos – brinquedo é brinquedo, não tem que ter a diferenciação brinquedo de menino, brinquedo de menina. E não significa que se o menino brinca de boneca indica homossexualidade e vice versa;
Que em cada fase da criança devemos adaptar as brincadeiras  e que SIM todas as crianças precisam brincar;
Temos que tomar cuidado com a tecnologia e apresentar os brinquedos e brincadeiras de acordo com a faixa etária da criança;
A brincadeira tem que ter qualidade e não quantidade.
Uma das perguntas foi como brincar com a criança de 0 a 3 meses e o Pediatra Luiz Guilherme disse que afeto, carinho, sorriso, amor, sons, cores estimulantes é a forma de brincar com o bebê desta idade. Que interação de sorriso, começar a pegar os brinquedos será a partir de 2 meses, porém, se estamos cuidando do Bebê com prazer, ele sente e fica bem. Até os bebês tem que brincar!
Mesmo a Maria Clara sendo pequena, eu brinco com ela todos os dias, canto pra ela, converso mostrando os detalhes do quartinho dela, seus bichinhos e ela já fica toda olhando o mundo colorido que é seu cantinho.
Fiquei feliz em saber que estou acertando!!!
 
Ah! Ganhamos uma sacola com 1 revista, 1 brinquedo, 1 bloquinho e 1 caneta, nem preciso dizer que adorei, né?
 
 
 
Mas me digam, vocês brincam com seus filhos?
Como são as brincadeiras deles???
beijos
Share Button

Comentários

  1. Sempre brinquei com a minha filha,acho que faz parte,hoje as brincairas são outras,a minha #aos4 adora brincar de bola,esconder,pega pega e outras,e levo em parquinhos coisa que ela adora.
    bjs
    #amigacomenta

  2. Aiii Dipaaa, quando Alice começa a brincar de se esconder não quer parar maissss!! Adoramos brincar com ela. Até acho que brincamos demais e quando é coisa séria, pra ficar quieta, ela não entende rsrsrs Falta de moral viu. Mas é melhor brincar demais do que brincar de menos né?!
    Muuuito legal esse Seminário! Morri de inveja… queria muito ter ido. Ai, porque eu moro tão longe hen? =/

  3. Sempre morro de inveja quando vejo esses encontros de blogueiras,ainda mais com tanta gente bacana e que gosto tanto!
    Mas falando de brincadeiras, os bebês pequenos são os mais fáceis de bricar, qualquer conversa, canção, carinho e elesjá estão se divertindo. E nós também. Depois vão ficando mais exigentes…
    Bjs
    #amigacomenta

  4. Oi Paola! Te vi com a pequena lá no Seminário mas não conversamos! =/ São tantas mulheres juntas, uma falação danada (Adoro!) que acabamos não conversando com todas!
    Ainda brinco com o filhote #aos8, mas agora as brincadeiras são disputas de Angry Birds, jogos de tabuleiro e ao ar livre e stop!

    #amigacomenta