Muito se fala de como a correria do dia a dia influência na nossa alimentação e na de nossos filhos. Com tudo isso, a Indústria Alimentícia só cresce e sempre lança algo com a intenção de nos ajudar a “perder” menos tempo na cozinha ou a ter opções rápidas de consumo ou no caso específico do post de hoje, em nos ajudar a termos soluções pra lanches rápidos, lancheiras escolares, dias na praia e até mesmo naquele dia que você pegou a Cria e foi passear sem rumo, mas precisa levar algo pra ele comer no meio do caminho.

Yupi! A Indústria Alimentícia pensa em nós, como ela são “bonitinhas”, né? É, seriam se elas cuidassem ou se preocupassem além da correria com algo que é primordial: a SAÚDE DE NOSSOS FILHOS.

Aí, Paola que exagero!
Não, não é exagero e nem quero levantar bandeira nenhuma ou falar mau de essa ou aquela outra marca/empresa.
Na realidade os produtos existem, estão em todas as gôndolas dos supermercados, mas infelizmente a grande maioria tem ingredientes totalmente nocivos pra nossos filhos e mais infelizmente ainda, as opções prontas de lanches não são tão “às vezes” ou de vez em quando como muitas dizem.

É só parar pra pensar no seguinte: Seu filho vai pra escola 5 dias da semana, nestes cinco dias ele leva lancheira e nela tem algum produto industrializado com ingredientes que lá na frente pode fazer mau, pode desencadear um sobrepeso, uma hipertensão, uma diabetes e muito mais.

O às vezes é uma, duas três vezes no máximo em um mês e olhe lá!

MAS, ainda existe luz no fim do túnel e lendo direitinho as informações nutricionais e ingredientes dos produtos, encontramos algumas opções práticas pra nos ajudar, mas mesmo sendo mais saudáveis, sempre falo: COMIDA DE CASA, LANCHE DE CASA É O MAIS SAUDÁVEL, e são por eles que os filhos tem que se apaixonar.

Olha só o que você deve observar nas informações nutricionais:

  • Quantia de sódio (falei sobre isso NESTE POST), eu não recomento ou compro pra Clara alimentos prontos que tem mais que 2% de sódio
  • Quantia de carboidratos que é onde está também considerada a quantia de açúcar
  • Quantia de gorduras.

Quanto aos ingredientes, observe se tem: açúcar adicionado, glutamato de sódio, aditivos,  gordura vegeta se é transgênico e etc.

Aditivos são ingredientes que as empresas colocam nos alimentos com a intenção de alterar as características dos alimentos, mas que não nutrem. Ou seja, mais maleficio do que benefício. O Glutamato de sódio é um realçador de apetite e infelizmente está crescendo muito seu consumo. Estudos já mostram que ele pode causar intoxicação, pois mesmo sem saber o ingerimos muito. Além disso, ele consegue alterar nossa sensação de saciedade, aumenta nossa fome e com isso comemos mais, ganhamos peso, vem sobrepeso, chances de obesidade e todo ciclo vicioso.

Não indico pra bebês e crianças até 2 anos o consumo de alimentos que tem açúcar, caso esporadicamente você ficou com vontade de dar algo “doce” pra seu filho, opte pelo menos pra produtos que tem açúcar mascavo ou demerara, pois são mais naturais que o açúcar refinado.

Olha só os produtos que já provamos aqui em casa, alguns fez mais sucesso que outros, mas são opções saudáveis pra ajudá-las:

Já fui a casa de outras marcas, outros sabores, mas o único que encontrei que não tem quantidade absurda de sódio é este da Casa Victoriana, mas atenção: é só o sabor de gergelim, os demais sabores tem muito sódio.

Imagem e dados retirados do próprio fabricante
Petisco doce, natural, saudável e prático? Este mix de frutas secas é uma delícia e também tem a praticidade pra carregar na bolsa.
Imagem e dados retirados do próprio fabricante

Como disse sobre os doces, esta opção de pão de mel é rica em fibra, a cobertura é cacau e não feita com achocolatado e o açúcar usado é o mascavo.
Com a Clara não foi tanto sucesso pois não costuma dar doces pra ela, mas é uma opção pra vocês variarem aí.

Imagem e dados retirados do próprio fabricante

Essa opção de Smothies é bem bacana não tem açúcar adicionado, nenhum conservante ou qualquer outro ingrediente, ou seja, é bem diferente de qualquer papinha de fruta que tem no mercado, mesmo sendo nova ou velha geração.
Olhei todas as informações nutricionais, tem pouco sódio e o açúcar natural da fruta, ou seja, a frutose.

Imagem e dados retirados do próprio fabricante

Ao invés de dar bolacha de maizena, biscoito maria, que tal dar uma fruta crocante como snack da tarde?
Tem destes três sabores, ainda não achei de outras marcas.
Existem frutas desidratadas de marcas diversas e com uma vasta variedade, porém, elas não são crocantes e dependendo da idade, a criança pode ter dificuldade em comer, pois precisa aprender a mastifgar e cortas os alimentos direitinho com os dentes.
Em relação ao sódio, só a opção de maça é que tem 2% e as demais nada. Também não tem açúcar de adição, o açúcar é o natural da fruta.
Uma dica bacana é que ao abrir a embalagem, pra não perder a crocância, guarde na geladeira. Aqui em casa é sucesso absoluto.

Imagem e dados retirados do próprio fabricante

Ainda estou na busca por mais opções de lanches salgados e com pouco sódio. Por mais que existam biscoito de polvilho integral, orgânico, vocês já pararam pra olhar a quantia de sódio que tem? 10% e pra mim isso é muito.
Clara já comeu em algumas festas, mas não é habitual, na realidade ela comeu 3X em 4 meses hahahahahahaha.
Achei uma vez uma marca sem ser famosa que tinha 3% de sódio, aí a deixei comer.

Quando quero opções de salgado, eu levo o grissini com algum patê, tomate cereja, palitos de pepino (opções que duram mais) e levo pipoca já estourada.
Vou testar 3 receitas que tenho aqui de snacks salgados e se der certo depois posto.

Beijos

(Este não é um post patrocinado e sim sobre produtos que uso, gosto e indico)

Share Button