como fazer criança comer fruta - meu filho não come fruta

Imagem Pinterest

Coloridas, com sabores variados, adocicadas por mais que azedinhas, cheias de nutrientes importantes pro organismo, as frutas ainda costumam ser um “problema” na alimentação de nós brasileiros e é uma das angústias mais frequentes de 8 entre 10 famílias: Meu filho não come frutas! Às vezes a negação começa na introdução alimentar ou acontece ao longo dos meses. Existem crianças que simplesmente não aceitam frutas de jeito nenhum pra desespero dos responsáveis. Mas você sabia que existem algumas coisas que pode fazer pra ajudar a melhorar ou aumentar o consumo das frutas? No post de hoje, 13 dicas de como fazer a criança comer frutas:

1 – Seja o exemplo:

Imagem Google

Imagem Pinterest

Não adianta você querer que sua Cria coma fruta se você não o faz. Ah! Mas eu não suporto comer fruta, mesmo assim tenho que comer? Se você partir do princípio de que até uma certa idade sua Cria vai te ter como exemplo sim. Aproveita e mude seus hábitos, comece a saborear a fruta com outros olhos, acrescente mais vitaminas e minerais no seu dia. 😉

2 – Coloque sempre uma fruta nos lanches, lancheira e de sobremesa:

como fazer criança comer frutas

Clara e seu café da manhã 🙂

Muitas mães e/ou responsáveis tem a ansiedade de introduzir biscoitos, bolachas, snacks pros lanchinhos e lancheira, com isso esquecem ou excluem a fruta desta refeição e em um piscar de olhos o hábito criou-se e a fruta foi embora da rotina alimentar.

3 – Leve a Cria pra fazer a feira ou sacolão com você:

Mesmo que ele seja um bebê, já o leve pra conhecer o universo colorido da feira e vá conversando, apontando e mostrando as frutas e falando quais são elas. Conforme eles vão crescendo, o ambiente fica “conhecido” e a vontade de querer comer tende a aumentar.

4 – Deixe a Cria provar as frutas durante a feira ou sacolão:

Imagem: Pinterest

Imagem: Pinterest

Se eles quiserem provar, deixe-os comer com as mãozinhas as frutas como mexerica, melancia, melão, banana, que são frutas com casca por fora e eles vão comer o sumo. Vai melar, pode sujar a roupinha, mas já leve paninho, lenço umedecido e relaxe em relação a isso e evite a fadiga. 😉

5 – Ofereça frutas variadas desde a introdução alimentar:

Imagem Pinterest

Imagem Pinterest

Saia da mesmice da banana, maçã e pêra. Aposte em novas frutas, novas texturas, novos sabores. Bebês sentem-se atraídos pelas cores, mostre as frutas, fale qual fruta é. Coloque várias frutas inteiras na frente deles, deixe-os pegar, mostrar interesse.

Não tenha pressa na hora da introdução, é normal eles negarem, mas não caia nunca no erro de oferecer somente a fruta que foi mais fácil a aceitação.

6 – Abuse da criatividade na forma de apresentação:

Tem vários cortadores super bonitinhos que podem te ajudar nesta hora. A “rebarba” da fruta que sobrar, faça suco, geleias e até mesmo salada de frutas, assim evita o desperdício. Além disso, espetinhos, colocar em potinhos fofos ajudam bastante.

Sua Cria não quer comer melancia em pedaços? Que tal em formato de bolinha, estrela ou compridinha? E a banana, ela não quer inteira? Que tal amassada ou assada com canela e um pouco de açúcar? E se colocar granola e outros cereais sem açúcar?

Usar a criatividade nessas horas é fundamental e tem grandes chances de ajudar.

Olha só que bacana essas ideias com a melancia

Imagem Pinterest

Imagem Pinterest

7 – Leve a Cria junto com você pra cozinha:

Imagem Pinterest

Imagem Pinterest

Deixe-a lavar as frutas, pegar, sentir as texturas e preparem uma linda e colorida salada de fruta. Misture as frutas que eles aceitam com novas opções.

8 – Varie nos sabores dos sucos (acima de 1 ano):

Imagem Pinterest

Imagem Pinterest

Por mais que seja importante comer a fruta in natura, ofereça sucos variados e saia mais uma vez da mesmice do suco de laranja ou do suco de uva integral sem açúcar industrializado. Acho bacana fazer sucos com 1 fruta só, pra eles se familiarizarem com os sabores e depois fazer combinações pra abrir mais o leque de opção.

9 – Sempre fale qual fruta está oferecendo:

Imagem GNT

Imagem GNT

Com isso a criança começa a saber o que está comendo e pode falar qual gosta ou não e você consegue respeitá-la. É comum a criança não gostar de uma ou outra fruta, afinal, isso também acontece com a gente, temos nossas preferências alimentares e com eles não é diferente. Não force sua Cria a gostar especificadamente de uma fruta, o importante é ela comer frutas de forma variada, mas se não gostar de algumas, não tem problema.

10 – Ofereça sempre:

Imagem Google

Imagem Google

Mesmo a Cria não aceitando as frutas, tenha sempre frutas em casa, ofereça nas refeições pertinentes, assim ajuda com que eles não se esqueçam das mesmas, ou seja, não acostumamos o campo de visão deles a ficarem sem as frutas. Por exemplo, é hora do café da manhã e a Cria só toma leite e come pão com queijo? Ok, mas deixe 2 ou 3 tipos de frutas na mesa e pergunte: Filho, vamos comer uma fruta também? Olha aqui, tem a fruta X, a fruta Y e a fruta W.

11 – Jamais force, obrigue, chantageie:

como fazer criança comer fruta - não force ou obrigue

Sei, entendo que dá desespero vê-los sem comer as frutas, mas de nada adianta a gente a forçar a situação na marra. O certo é usarmos a criatividade pra fazê-los comer com vontade, fazê-los pelo menos experimentar.

12 – Invista em brinquedos de alimentos: 

Essas são minhas e foi a Cacarecos da Cacá que fez :)

Essas são minhas e foi a Cacarecos da Cacá que fez 🙂

Várias crianças adoram brincar de fazer comidinha e muitas vezes o lúdico abre portas pro apetite. Existem vários tipos de brinquedos de alimentos, tem de plástico, de madeira, de feltro, que pode cortar de mentirinha. Use e abuse. 🙂

 13 – Não se desespere:

Imagem Google

Imagem Google

O mais importante é não se desesperar e cometer erros, como adoçar frutas, acrescentar ingredientes desnecessários pra eles comerem em todas as frutas. Uma vez ou outra derreter um chocolate meio amargo e colocar em uma parte da fruta não tem problema, mas a criança só comer fruta assim não é legal. Outro ponto é não desistir nas primeiras negações e enxergar a real aceitação de seu filho. Se ele come 5 ou mais tipos de frutas, ao meu ver, já está bacana. Sabe aquele ditado: mais vale um pássaro na mão do que 2 voando? Eu prefiro mil vezes que a criança coma 5 tipos de frutas, por exemplo, banana, maçã, manga, mamãe e pêra do que só coma fruta com algo rico em açúcar.

Muitas vezes eles comem só um número limitado de frutas porque foi o que sempre oferecemos pra eles, aí entra na dica que falei e sempre falo: variedade da oferta é responsabilidade dos pais.

Espero que ajude. 🙂

Beijos,

Share Button

Comentários

  1. Meu bebê tem quase 10 meses e rejeita as frutas, cozinhei uma pera e o máximo que ele comeu foi metade e mesmo assim fazendo cara feia e tendo ânsia de vômito, na creche dizem que ele come bem, eu nao acredito já que nos finais de semana apanho pra conseguir dar um pouquinho pra ele. E o pior, ele tem deficiência de G6PD (não poderá comer NADA com corante articificial pro resto da vida) e as frutas serão mais do que indispensáveis na alimentação dele. Estou muito preocupada, mas gostei do texto e vou seguir as dicas.