Uma coisa que sempre percebi deixar meus pacientes em dúvida é em relação ao que pode ou não comer, quando pode, se dá alergia, qual a consistência pode dar e como deve ser o cardápio dos Pequenos. A questão do cardápio deixa qualquer um de cabelo em pé, seja a idade que for, todos tem dúvidas e se sentem perdidos na hora de organizar as refeições, por isso reuni algumas dicas de como alimentar os bebês neste post.
Desde 2008, a Sociedade Brasileira de Pediatria orienta que a partir dos seis meses, os alimentos naturais (frutas, legumes, verduras, carnes, ovo) estão liberados, com exceção do leite de vaca que é acima de 01 ano.
Existem algumas frutas que são mais suscetíveis a dar alergia, mas também existem aquelas que você nunca vai ouvir ninguém dizer que tem alergia a ter tido alguma reação ao comer tal fruta.
O que costumo orientar é que dê os alimentos aos poucos e observe se deu alguma reação.
Clara por exemplo teve um episódio alérgico aos sete meses quando ela comeu mamão e manga, depois disso, não teve mais nada e come as duas frutas numa boa.
Como eu fiz aqui em casa e deu certo:
– Amamentação em livre demanda e exclusiva até os 6 meses;
 
– Continuo amamentando (em livre demanda quando estamos juntas) e espero conseguir chegar nos 2 anos; 
 
– Sucos, chás comecei com 11 meses e meio, mas o indicado é que seja após 1 ano e sempre dei preferência pras frutas in natura ou as papas de frutas;
 
– Água introduzi à partir dos 6 meses pra ela já ir se acostumando e criar o hábito de tomar água;
 
– Leite de vaca e derivados após 12 meses;
 
– Todos tipos de carne desde os 6 meses;
 
– Ovo inteiro desde os 6 meses;
 
– Arroz sempre o integral;
 
Consistência das Papinhas:

 

Todas as receitas de papinhas que fiz pra Clara, vocês conseguem encontrar aqui.

Foi nesta fase que comecei a dar legumes, verduras e frutas pra ela segurar sozinha, levar até a boca e comer.
Comecei com cenoura cozida, ramalhete de brócolis, vagem cozida, batata bolinha cozida.
Banana, pedaços de maçã, pêra e até laranja pêra pra ela comer sozinha.
 
 
Agora com 1 ano (calma, ela faz 1 ano daqui 2 dias rs) já dou biscoitos caseiros integrais, pão integral, frutas desidratadas pra ela comer e ela simplesmente amou!
Por aqui deu super certo, ela adora “brincar” com a comida e enquanto pega a comida com a mão pra testar a consistência, leva à boca e come.
Claro que ela come melhor uma sopa batida, uma papa de fruta batida, pois acredito que seja mais fácil de engolir e comer, mas persisto nos pedaços, pois é fundamental pro desenvolvimento dela.
Quando ela está doente, gripadinha e não quero que ela fique sem comer, me rendo a uma sopa batida, faço bem cremosa e com ingredientes variados, pra proporcionar a ingestão dos nutrientes necessários.
Beijos
Share Button
  • Ameeei a dica!

    Se puder dá uma passadinha no meu e deixa um comentário?
    Meu mundo, Meu quarto

  • Anonymous

    Oiii, você tem receita de biscoito sem ovo??

    Obrigada!!

    Kelly Cordeiro

  • acho uma graça os pratinhos dela!
    vc é muito caprichosa e dedicada com essa linda!
    beijao
    Lele