Imagem: Shutterstock

Imagem: Shutterstock

Um dos assuntos, ou melhor, fase que costuma dar um trabalhinho e causar certa ansiedade é o desfralde. Na realidade tudo na maternidade causa um certo alvoroço, ainda mais quando criamos expectativas demais, a ansiedade toma conta de nossas mentes e o principal, não respeitamos as crianças. Desde que a Clara inicou o desfralde, tenho recebido inúmeros emails, inbox e solicitações de dicas, orientações e afins. Não escrevi antes, pois como sou mãe de primeira viagem, queria vivenciar sem pressa, sem pressão, sem obrigação o desfralde na Cria para depois passar minha experiência pra vocês.

Por mais ansiosa que eu seja, eu não curto muito antecipar as coisas no desenvolvimento da Clara sem necessidade, não me desespero e não comparo seu desenvolvimento com as demais crianças. Por enquanto, ela fez tudo no tempo dela, claro que com incentivo sadio por minha parte e por parte da escola.

Clara desde 1 ano e 8 meses anunciava quando ia fazer xixi ou coco e se mostrava meio incomodada com a fralda, principalmente quando estava molhada e apenas com 1 xixi. Lembro que nesta época, conversei com a professora dela e ela confirmou que na escola ela também comunicava quando estava fazendo xixi. Fiquei empolgada e decidi desfraldá-la.

Fui até a loja de calcinhas, comprei vááááááárias, comprei o redutor de vaso sanitário e algumas calças extras pra mandar na escola para possíveis trocas de roupa.

Bom, meu maior erro começou aí: era INVERNO e ela tinha demonstrado suas vontades ou digamos um “avanço” na comunicação apenas há 1 semana, ou seja, podia ser só uma novidade pra ela, mas que não estivesse efetivamente pronta para iniciarmos o desfralde. E foi isso mesmo! Percebi em 1 dia que ela não estava pronta, que seria tortura, massante para nós duas e todos envolvidos.

Depois disso, deixei o tempo rolar e ela estar definitivamente pronta pra começarmos o desfralde e posso dizer que foi sucesso e fizemos o certo!

Ela completou 2 anos em julho (frio), tentei esperar mais um pouco, mas quando ela fez 2 anos e 1 mês, já demostrava não suportar ficar de fralda durante o dia e foi aí que eu, escola e minha mãe, as pessoas que ficam com a Clara conversamos e começamos o desfralde.

Iniciei em um fim de semana, conversei com ela, fiz a maior festa no sentido de mostrar empolgação com este momento, mostrei o redutor de assento, a levei no banheiro com fralda pra ela se ambientar mais ainda com o ambiente e lá fomos nós! Sim, tivemos escapes, mas menos do que eu esperava! Na escola, os 3 primeiros dias foram complicados, daqueles de ter 4 escapadinhas, sabem? Mas depois tudo entrou nos eixos!

O xixi foi mais fácil e depois de 100% sem vazar o xixi, começou a ter os escapes do cocô, mas tudo dentro da normalidade!

Na hora da soneca da escola, ela começou a fazer sem fralda com 2 anos e 4 meses e em casa, durante sua soneca do dia, não coloco fraldas e vamos na cara e na coragem!

Ainda não tentei o desfralde noturno e não estou com pressa, digamos que quando ela voltar de viagem com a vovó eu começo, agora em fevereiro. Clara ainda faz muiiiiiiiiiiiiiiiito xixi durante a noite, por isso precisarei mudar alguns hábitos nela pra colaborar no defralde.

Olha só algumas dicas coringas pro desfralde aí ser sucesso:

  1. Deixe a criança estar pronta efetivamente. Alguns sinais pra isto é ela começar a falar que vai fazer suas necessidades, se mostrar bem incomodada com a fralda, não querer colocar a fralda na hora da troca.
  2. Mostre pra ele que não é só na hora da troca de fralda que vocês conversam ou que você cuida dele.
  3. Ambientalize-o com o banheiro, papel higiênico, descarga e etc. (O que não é muito difícil, pois pelo menos aqui em casa ir sozinha no banheiro fazer xixi é luxo hahahahaha)
  4. Escolha o penico ou o redutor de assento, mas se escolher o redutor de assento, providencie uma base pra que ele apoie os pés e não tenha medo de cair dentro da privada, além de auxiliar no ato de fazer cocô. Eu preferi o redutor e foi super tranquilo, atualmente, Clara nem usa mais!
  5. Não tenha medo de ir e vir com a Cria sem fralda! Leve trocas de roupas, sapatos, meias, calcinhas ou cuecas e vão lindos passear!
  6. Colocar fraldas em alguns momentos e outros nao durante o dia confundem as cabecinhas, por isso, coragem, mamãe!
  7. Compre tapete higiênico pra cachorros, sabem? Assim forram a cadeirinha do carro para protegê-la e vocês ficam mais tranquilas.
  8. Sempre leve as Crias pra fazerem suas necessidades antes de sair pra passear.
  9. Ah! Pode forrar os estofados, colchões da casa de vocês enquanto assistem televisão ou etc.
  10. Comemore bastante quando acertarem o xixi e o cocô na privada pu penico.
  11. Não castigue, brigue ou algo do gênero quando tiver escapadas no meio do processo.
  12. Ensine todo o processo: fazer as necessidades, se limpar (claro que durante tempos somos nós quem fazemos isso, mas é importante eles saberem a ordem do processo), dar descarga, lavar as mãos.
  13. Oriente, ensine sempre com paciência e amor!

Ah! Uma coisa que super me ajudou foi um quadro de incentivos que ganhei da Juliana, dona da lojinha BBDU, que por sinal tem diversas coisas lindas de morrer e se organizar. Em nenhum momento eu briguei, fiquei de cara feia, mas usei o quadro com ela preenchendo a cada acerto.

Quadro de conquistas do BBDU! Super fofo e o melhor, você pode adaptar a cada fase nova da Cria!

Quadro de conquistas do BBDU! Super fofo e o melhor, você pode adaptar a cada fase nova da Cria!

Conversei bastante, dizendo que ela era mocinha, mas que podia seeeeempre ficar no meu colo, aquelas coisas todas que sempre falo pra ela quando um ciclo inicia e termina, ou melhor, todos os dias: que ela pode contar comigo, que a amo e etc.

Orientei que quando ela tivesse vontade de fazer xixi, era pra pedir pras professoras, pra mim, pra vovó e pros adultos que ela conhece!

Percebi claramente que enquanto eu não desfraldei durante o dia 100% não fluiu, pois sim, confunde a cabeça deles usar fraldas 1 dia e outro não, por isso deixo claro que fralda aqui só pra dormir de noite!

Já fomos no cinema, teatro, festa em buffet e não tivemos acidentes nenhum. Ela já consegue segurar o xixi por um tempo, principalmente se estamos no trânsito e bate aquela vontade dela fazer xixi.

No fim dá tudo certo e nós junto com as Crias temos mais um avanço pra ser comemorado com muito orgulho, alegria e sim, pensar: Como eles crescem rápido!

E por aí? tem alguma dica pra acrescentar no post?

Beijos,

paola bueno preusse maternidade colorida

Share Button
Deixe seu comentário ou dúvida: