Acervo pessoal Tatiana França

Acervo pessoal Tatiana França

Amamentação exclusiva até 6 meses de gemelares sim é possível! Mas antes de começar a falar, ou melhor, antes da Tati dar o relato dela, mais real e cheio de amor possível, eu quero contar uma pequena historinha!

Era uma vez 2 meninas da terceira série, elas estudaram juntas até o terceiro colegial e sempre foram amigas apesar de super diferentes. Uma era a santinha (de verdade) e a outra era a porra louca (com limites). Elas foram pra faculdade, se distanciaram, mas as redes sociais desde o extinto Orkut sempre as mantiveram ligadas no que a outra fazia. Até que a porra louca engravidou, teve sua primeira filha, fez um blog de maternidade e aos olhos da santinha, era uma mãe bacana, amável, cheia de amor pra dar e ensinar.

Gente, vocês que me acompanham sabem o quanto eu luto pela amamentação porque guerreei comigo, com pessoas ao meu redor, com pediatras durante todo o período em que amamentei. E quando eu vejo a história querer se repetir com pessoas dispostas a seguir em frente com a amamentação exclusiva, eu fico louca!

A Tati, no caso a amiga santinha, engravidou de gêmeos e nos aproximamos mais ainda e acredito que de vez. A gente sempre foi próxima, daquelas amizades que mesmo meses, anos sem se falar, quando no encontrávamos era confidências, choros, alegrias. Agora temos os pequenos, temos plena consciência quando falamos que o sexo depois dos filhos é assim ou assado, que não dormir de noite é foda de verdade, que bico do seio rachado dói pra cacete e que ser mãe é a melhor coisa do mundo, ser mãe ao quadrado, de uma vez, deve ser demais!

Tati, Rô, parabéns pelos pais que se tornaram. Rô, parabéns pelo apoio, pelo pai empoderado que você é, pelo companheiro, por ser pai efetivamente e melhor, ser marido, amigo, pai. Tati, parabéns por ter acreditado em você, parabéns pelas mudanças feitas, parabéns pela maternagem, Parabéns pelos 6 meses de amamentação exclusiva de seus gêmeos mais fofos, o Miguel e a Elena. Obrigada pelo carinho, pela amizade, por me respeitar e por dividir sua história com todos por aqui. Te amo, te admiro pra caraaaaleo! 

amamentacao gemelares

Foto Helô Priedols

Com vocês, a história de amamentação exclusiva até 6 meses de gemelares da Tati:

Bom, pra começar: antes de engravidar eu tive uma conversa muito séria com Deus, ou universo, ou quem quer que reja essa coisa linda e maluca que é a vida, e pedi pra ter gêmeos. Sim, pedi! E fui atendida. Uma semana antes da primeira ultrassonografia, na qual saberia que eram gêmeos, sonhei com meus filhos, um menininho e uma menininha.

Conforme o tempo foi passando, eu devorava tudo a respeito de parto, criação com apego, amamentação… Amamentar sempre foi um sonho, mas não achava ser possível nutrir dois bebês só com meu leite. Você, minha amiga, foi a primeira pessoa que me disse que eu podia. Que não era fácil, mas superpossível amamentar meus filhos exclusivamente até os seis meses. E é com um PUTA ORGULHO que digo: consegui!

Realmente não foi fácil, o início foi aterrorizante, o leite demorou pra descer, bebês chorando sem parar, mamas megassensíveis… O puerpério em sua magnitude!

Ainda por cima Miguel não recuperou o peso perdido na maternidade nos primeiros 10 dias e, pior ainda, perdeu mais peso. O pediatra, embora humanizado, receitou complemento. Fiquei arrasada, chorei muito, mas depois de conversar com a consultora de amamentação, perceber que os bebês estavam saudáveis, ativos, fazendo xixi e cocô regularmente, peitei (literalmente) todos aqueles que disseram que eu tinha que seguir a recomendação do pediatra, E NÃO DEI COMPLEMENTO!

Intensifiquei a livre demanda, que é essencial pra que tenhamos leite suficiente, e em duas semanas meus bebês ganharam mais do que o peso perdido na maternidade.

Foi fundamental pra mim a ajuda de uma consultora de amamentação, e o apoio do meu marido, que até hoje me dá comida na boca pra que eu amamente os dois ao mesmo tempo. Só pude me concentrar em amamentar e confiar que conseguiria nutrir meus filhos porque tive essa rede de apoio maravilhosa, composta de mãe, irmãs, amigos… Todos me ajudaram, principalmente, me deixando confiar em minha intuição de mãe, e em tudo o que li… Posso dizer que vencemos esta primeira etapa! Seis meses de amamentação exclusiva! Não tem nada mais lindo e recompensador do que ver meus bebês crescendo fortes e saudáveis com um alimento completo produzido por mim. As carinhas de satisfação deles, as mãozinhas dadas todas as vezes que estão mamando juntos, os olhinhos fechados de prazer… Nossa! Isso é felicidade!

Eu simplesmente nasci pra ser mãe, só não sabia disso! Cada descoberta deles me encanta, cada choro, salto de desenvolvimento e pico de crescimento me desafiam. Cansaço? Claro! Tem dias que até meus cabelos doem. Dormir mais de duas horas seguidas não existe. Banho de dez minutos? Nem pensar! Conversar com o marido despreocupadamente? Hahaha!!!

Mas gente! Eu não troco esta vida por nada! Estou no meu melhor momento, me descobrindo, fazendo escolhas com o coração aberto. Sou plena, sou mãe. E tenho tanto orgulho da pessoa que escolhi ser que até me emociono. Sei que vou errar, sei que as fases vão ficando mais difíceis, mas vou fazer de tudo para criar Miguel e Elena para serem pessoas de bem, que se importam com os outros. Vou criar meus filhos para ser o que quiserem, para serem felizes!

Afinal, não é esse o objetivo do jogo?

Tatiana

Emocionante, não??? Acho lindo quando conseguimos o que tanto almejamos!

Olha só aqui algumas posições para amamentarem seus gemelares:

Imagem Shutterstock

Beijos!

Share Button

Comentários