Imagem Pinterest

Imagem Pinterest

Nasce um bebê, nasce uma mãe. Com ela vem a culpa, mas acho que antes da culpa ou até mesmo o lado maternal da coisa o que vem latente é o lado “futriqueiro” da mulher. Quer ringue maior que a Maternidade? Acho que não tem. É parto normal X cesárea, amamentação X mamadeira, cama compartilhada X berço, criação com apego X teoria nana nenê, alimentação saudável X matei uma fada e assim por diante. Tudo é motivo de possíveis competições, comentários e assunto pra deixar a timeline das redes sociais bombando, criar rixas familiares e balançar aquela velha e boa amizade. O que eu não entendo é como as mães, mulheres que sempre reclamam da falta de tempo, da correria conseguem achar tanto tempo pra “brigarem” ou melhor, cuidarem da maternidade alheia. Com intuito de ajudá-las a organizar o tempo de vocês e diminuir possíveis brigas maternas em sua vida linda e feliz, listei 10 coisas que você deve fazer ao invés de dar pitaco na Maternidade alheia.

1 – Cuide de sua vida: Isso é o principal, né gente? Se você cuidar da sua vida, terá menos tempo pra cuidar da vida dos outros. Mas se mesmo assim sobrar tempo pra cuidar da vida alheia, aproveite e além de palpitar e falar, pague algumas contas da pessoa em questão. Aposto que de chata você se torna boazinha rapidinho.

2 – Tenha consciência de que você é você e a outra mãe é a outra mãe: Nada de fazer a louca. Se você acha que é a mãe ao lado, melhor procurar um psicólogo porque o treco é mais sério do que ser a palpiteira de plantão.

3 – Limpe sua casa: Está cada vez mais difícil achar uma empregada doméstica ou faxineira de confiança e que limpe nossa casa da forma como gostamos, além de caro. Aproveite e faça economia, tome as rédeas da limpeza da sua casa.

4 – Lave a louça e deixe sua pia sempre organizada: Ah! Lave, enxugue e guarde. Nada de deixar no escorredor de pratos, senão vai sobrar tempo pra você dar aquele comentário onde não foi chamada;

5 – Vá ver se seu filho não está tocando o terror em algum canto longe de você: Isso é sério minha gente. Vai que você está no telefone ou até mesmo no face comentando sobre a cesárea da Sandy e o PN da Wanessa e sua Cria está pendurada no parapeito da janela? Quero nem pensar ….

6 – Cuide de seu Marido, companheiro, namorado: Pra não dizer faça sexo!

7 – Se tiver 1 filho só, tenha o segundinho. Já tem 2, 3 …. tenha outros: Assim você coloca em prática tudo o que fala pros outros. Pode ter outro tipo de parto, acertar ou não na amamentação, compartilhar ou não a cama ….

8 – Vá ao salão, faça as unhas, corte ou hidrate o cabelo, leia a Caras ou a Quem: Leia fofocas dos famosos, muito mais interessante. Permita-se sair um pouco do campo materno.

9 – Tome aquele banho gostoso e relaxante: Aposto que está cheia de saudades daquele banho de mais de 5 minutos. Enjoy.

10 – Durma: Reclamação de 9 entre 10 mães. Aproveite o tempo livre e durma, simples assim!

Não tem tempo pra fazer tudo isso? Ué? E como acha tempo pra falar da maternidade alheia???

Brincadeiras à parte, vamos falar sério.

Gente, já ficou muito chato esta história toda de competição materna. Uma coisa é informar, outra é impor. Mesmo na hora de informar é preciso ter humildade e respeito nas palavras. Existem pessoas que pensam diferente de você e não são melhores ou piores que você.

Se você dá só alimentos orgânicos pro seu filho: parabéns! Se você dá miojo ou outros industrializados pro seu filho: parabéns! No futuro cada um verá como será a saúde de filho e pronto. Uma mãe foi atrás de informação sobre alimentação, achou melhor seguir por um caminho e a outra por outro.

Você fez suas escolhas e elas não colocam a saúde e à vida de seu filho em risco? Sua escolha é diferente da minha? Parabéns! Eu te respeito e você me respeite também.

O que mais vejo são mães orgulhosas por “matar uma fada” sempre alfinetando as mães ditas xiiitas da alimentação; mães metendo o pau em mães que amamentam após 1 ano; falar de parto então, afffffff, cansa!

Queremos tanto um mundo melhor, não é? Então bora começar a fazer um mundo melhor dentro da maternidade. Precisamos criar nossos filhos com princípios como respeito, humildade, generosidade, amizade, companheirismo e não à base de competitividade.

Imagem Pinterest

Imagem Pinterest

Tem mais sugestão pra colocar nesta lista? Bora comentar!

Beijos

 

Share Button
  • Geovanna Baroni

    ADOREI!! Realmente falta muita humildade entre a milhares de mães internautas até mesmo as que não são. Também já estou cansada de ver certas discussões na minha timeline…

    • Giovanna,
      Obrigada pela visita em meu blog.
      Na realidade em nenhum momento quis ser machista, mesmo porque não sou.
      Quando fiz este post, o fiz com a intenção de brincadeira, pois não entendo como algumas mães acham tempo pra além de cuidar da própria vida conseguem dar pitaco na maternidade alheia.
      Pra mim hoje, ir ao salão é pura “ostentação”, pois nao tenho tempo, faço tudo em casa e te confesso, sinto saudades de poder ir na manicure, fazer hidratação, sentar lá e ficar no momento relax total.
      Beijos